A Arezzo, após a compra da Reserva, lançou linha de chinelos e sandálias de borracha

Chinelos BriZZa: ocasião de uso da praia ao shopping (Nicole Heidiger/Divulgação)

A nova linha BriZZa terá campanha com Bruna Marquezine e publicidade em horário nobre da Globo. Preço da sandália começa em 49 reais.

Arezzo&Co anda tendo um fim de ano agitado. Depois da compra da Reserva, na negociação mais badalada do ano no segmento de moda, a Arezzo, marca de calçados, bolsas e acessórios do grupo, está lançando hoje uma nova categoria de chinelos e sandálias de borracha chamada BriZZa.

A nova linha, antecipada aqui pela Casual, está chegando hoje nas 430 lojas próprias, franquias e quiosques da Arezzo, além de 1000 multimarcas. A BriZZa tem como carro-chefe as chamadas flip flops e beach sandals. No total são 84 modelos, considerando todos os produtos da coleção, entre calçados e bolsas.

O preço será bastante competitivo, com tíquete médio de 79 reais. O chinelo de entrada vai custar 49 reais. A BriZZa estará à venda em 35 quiosques e pop-up stores exclusivos da marca nos principais shoppings e ruas do país, que ficarão ativos por três meses. A flagship da marca ficará na badalada rua Gárcia D’Ávila, em Ipanema.

Alexandre Birman, presidente da Arezzo&Co, não revela o investimento, mas certamente não houve economia. Quem estrela a campanha é a atriz Bruna Marquezine, que durante esse primeiro mês trocou a grafia do sobrenome na sua conta do Instagram, para MarqueZZine – os dois ZZs, de Arezzo e agora de BriZZa, têm se tornado marca do grupo.

No intervalo do Fantástico – Para as fotos de lançamento, Bruna Marquezine foi clicada nos Lençóis Paracuruenses, no Ceará. A atriz também ajudou na concepção e na estratégia de lançamento do produto e participou da escolha de todo o time responsável pela campanha.

A direção de arte é de Giovanni Bianco, um dos brasileiros mais influentes do mundo da moda. É ele quem assina o figurino da cantora Madonna e já trabalhou para grifes como MiuMiu, Zegna, Emilio Pucci, entre muitas outras.

O material será dividido em vídeos e editoriais fotográficos, veiculados em mídias digitais e impressas, out of home e TV. Com a campanha, a Arezzo também estreia no horário nobre da Globo, com filmes nos intervalos do Fantástico e da novela das 21h.

Ainda como parte da campanha, Marquezine realizará uma live no perfil do Instagram da Arezzo, montando looks e interagindo com os seguidores da marca, além de disponibilizar cupons para serem utilizados no e-commerce da Arezzo.  No TikTok, a marca promoverá o desafio #ZZChallenge, transformando o look da atriz em um piscar de olhos. O público também poderá participar da ação.

Concorrência com a Havaianas – Os chinelos da BriZZa chegam para disputar mercado com a Havaianas, líder do segmento e sinônimo de chinelos de borracha, inclusive no mercado internacional. A Havaianas vende, por ano, cerca de 210 milhões de pares. No exterior, são mais cerca de 30 milhões.

Para Alexandre Birman, a sandália da BriZZa será mais versátil. “Fizemos um estudo de mercado e vimos que havia um gap de produtos, não havia uma sandália com o qual a mulher se sentisse bem com uma roupa mais casual e também na cidade, em um shopping, mais arrumada”, afirma.

Expandir a ocasião de uso é um desafio também para a Havaianas. Se na praia o chinelo que não solta as tiras é unanimidade, em ambientes urbanos a presença ainda é restrita. Em julho a marca lançou a Tradi Zori, um modelo mais robusto inspirado nas zoris, as milenares sandálias japonesas com sola de palha de arroz. Na nova versão, as zoris são mais confortáveis, bem coloridas e com apelo fashion.

Birman está bem armado para essa briga. Recapitulando. Bruna Marquezine, Giovanni Bianco, agência Africa. Distribuição de produtos em 430 lojas e 1.000 pontos de venda, abertura de 35 quiosques próprios, flagship na rua Gárcia D’Ávila. Todo o investimento possível foi feito aqui. Ainda assim, pode-se dizer que a meta é modesta: 5% do mercado do segmento até o fim de 2022.

Falamos com Alexandre Birman e com Luciana Wodzik, diretora da Arezzo:

A BriZZa estará à venda nas lojas da Arezzo. É o mesmo público? Nós fizemos nossa primeira sandália full plastic, uma sandália de plástico injetado, em 1983. Mas nunca foi nossa vocação. Nossa especialidade sempre foi o sapato de moda, de perfil mais elaborado, com costura, sola. Em 2020, nesse contexto em que a gente vive, achamos que poderíamos estar deixando passar uma oportunidade. Existe uma demanda hoje por produtos mais acessíveis, com praticidade de uso, fácil de lavar, que a mulher possa usar em casa. Mas resolvemos fazer diferente. Fizemos um estudo de mercado e do perfil dentro das nossas marcas e vimos que havia um gap de produtos, não havia uma sandália com o qual a mulher se sentisse bem com uma roupa mais casual e também na cidade, em um shopping, mais arrumada.

A ideia era ter um produto para diversas ocasiões de uso? Exatamente. Só havia uma sandália assim para ela usar na piscina, no clube, sem a segurança que a mulher precisa em outras ocasiões. O que diferencia nossa sandália é ter o traseiro, o fechamento. Ela tem um acabamento. A principal marca do segmento, ícone nacional, é completamente diferente, a anatomia nos pés é um processo diferenciado, tem uma planilha interna. Ela pode ser usada na praia, mas é bem versátil.

Como foi o processo de desenvolvimento do produto? Começamos em julho o processo de pesquisa e desenvolvimento com um sortimento completo, 30 modelos, de dedo, com traseiro, com enfeite, mais glam, de inúmeras cores, e também bolsas nesse perfil. A parceria com a Bruna Marquezine é de longo prazo, não só para uma coleção, existe um envolvimento dela na estratégia. Contratamos a Africa, uma agência grande, para esse lançamento. Vislumbramos usar a marca Arezzo como celeiro, pensamos na BriZZa como uma sublabel da Arezzo, para em 2021, depois de ganhar posicionamento, tração, desgarrar da mãe e se tornar uma nova marca nesse segmento.

Como será feita a comunicação dessa nova linha? Pela primeira vez vamos investir em publicidade, com uma grande agência que é a Africa, com experiência em mídia massiva, valores altos de mídia. Pela primeira vez estaremos no horário nobre, com um investimento desse porte, algo inédito nos 48 anos de marca, em TV aberta, no Fantástico. Ao mesmo tempo trouxemos um profissional criativo como o Giovani Bianco, com uma linguagem mais soft da moda.

E a distribuição? A BriZZa estará nas 430 lojas da Arezzo, em corner, com uma alta maximização do número de pares expostos por metro quadrado. Nossa equipe de visual merchandising desenvolveu uma prateleira de 80 centímetros com capacidade para quase 80 pares. O preço médio do produto é muito abaixo ao da Arezzo, então usaremos o argumento de segunda compra e compra para presente. O estoque foi adaptado para ter capacidade para receber os produtos. E nossa maior ousadia é abrir pontos de venda exclusivos da BriZZa. Serão 35 quiosques, entre novembro e dezembro, com a flagship na Garcia D’Ávila quase esquina com a Barão da Torre. Lá teremos também na semana que vem a segunda loja da Vans, já tem da Schutz. O quarteirão vai estar dominado pela Arezzo&Co.

A BriZZa terá uma linha masculina? Não para BriZZa. Para isso estamos desenvolvendo novos produtos da Reserva, hoje mesmo tivemos uma reunião com o time de calçados, para tratar disso. Teremos também uma linha feminina de calçados da Reserva.

Esse é um mercado dominado por um grande player, a Havaiana. Qual é a meta da BriZZa? Muitas marcas internacionais, como Chanel, têm a sua jelly. A Bruna não é só uma protagonista da campanha, ela vem com direção criativa, estratégia. A meta é modesta ainda, pretendo ter 5% desse mercado até fim de 2022. Isso é venda adicional da Arezzo, é um embrião, por isso nasce com um investimento tão grande na crise.

Há planos de internacionalizar a BriZZA, aproveitando a presença da Arezzo nos Estados Unidos? Boa pergunta. O preço de tudo nosso em dólar está muito barato. Nosso modelo de combate, vai custar 49 reais, o equivalente a 8 dólares. Então é algo que não está nos planos, mas dá para pensar em 2021.

 

 

Fonte: Revista Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here