Afastado coronel da PM que fez convocação para ato pró Bolsonaro

Manifestações de cunho politico são vedadas na corporação (Wikimedia Commons/Divulgação)

Nos últimos dias, o policial Aleksander Lacerda fez publicações em suas redes sociais para convocar militantes às ruas em apoio a Bolsonaro

Em coletiva de imprensa nesta manhã no Instituto Butantan, para anunciar nova liberação de doses da vacina CoronaVac ao Ministério da Saúde, Doria afirmou que a decisão foi tomada conjuntamente com o general João Campos, secretário de Segurança Pública do estado.

— Aqui no estado de São Paulo nos não teremos manifestações de policiais militares na ativa de ordem política. Não admitiremos nenhuma postura de indisciplina, como foi feita pelo coronel Aleksander. Agora ele está afastado da Polícia Militar a partir desta manhã.

O caso foi revelado pelo jornal “O Estado de S. Paulo”, segundo o qual o coronel fez publicações convocando seus “amigos” para manifestações de rua pró-governo. Ele também chamou Doria de “cepa indiana”, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), de “covarde”, e o deputado Rodrigo Maia, nomeado para a secretaria de Projeções e Ações Estratégicas do Estado de São Paulo, de beneficiário de um esquema “mafioso”, de acordo com o jornal.

Fonte: Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here