Aluguel social e reconstrução de casas para os atingidos pelas fortes chuvas

Foram necessários quase três meses para tramitar no Congresso a MP 920/2020, referente a um crédito adicional de 892 milhões de reais para o Ministério do Desenvolvimento Regional, que deve ser votada nesta terça-feira, 26, pela Câmara.

A medida provisória foi encaminhada pelo Executivo e tem como um de seus principais objetivos o pagamento de aluguel social e a reconstrução de casas para famílias atingidas pelas fortes chuvas do início do ano no Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.  Só no Espírito Santo, foram mais de 10.500 famílias desabrigadas – tema que voltou à pauta no estado após chuvas fortes e alagamentos nesta segunda-feira.

A liberação dos recursos vem em um momento em que o governo prevê um gasto de 1 trilhão de reais com a pandemia do coronavírus. O déficit público deve passar de 1% do PIB em 2019 para mais de 10%. O endividamento deve superar 100% do PIB. O Tesouro Nacional e o Ministério da Economia já afirmam que o Brasil deverá negociar crédito junto a instituições internacionais.

 

Fonte: Revista Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here