Apesar de quase 400 mil mortos pela Covid-19, Bolsonaro diz: “Não errei nada”

Foto: Reprodução

Jair Bolsonaro insistiu em afirmar que tem agido bem contra a pandemia e alegou que não se pode “fazer política em cima de cadáveres”.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta terça-feira (27/4), a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, que não errou “nada” nas medidas que vem defendendo para combater o novo coronavírus desde o início da pandemia, e voltou a negar que tenha minimizado a Covid-19.

“Me apresente um áudio meu, um vídeo meu falando que era uma gripezinha. Falei que pra mim seria uma gripezinha. Agora, O Globo mesmo divulgou agora, sem falarem meu nome, que quem tem uma boa saúde, quem dá uma caminhada, dá uma corrida, uma natação, faz algum exercício, aproximadamente oito vezes mais chance ele tem de passar pelo vírus ou sobreviver sem nenhum problema. Não errei sobre a vitamina D. Eu não errei nada. Eu converso, não tenho bola de cristal nem chuto. Converso com pessoas, né”, disse.

Na data em que o Senado Federal instala a CPI da Covid, Bolsonaro se queixou de quem faz política em cima da mortes causadas pela doença. “Não se pode fazer política em cima de cadáveres”, criticou.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here