Após Palácio Rio Branco, governo quer empreendimentos residenciais no Centro Histórico

O governo da Bahia está tentando atrair empreendimentos residenciais para o Centro Histórico de Salvador. Segundo o secretário estadual de Turismo, Fausto Franco, o Estado tem estimulado a iniciativa privada, inclusive internacional, a instalar edificações nesta linha na região. A medida faz parte da estratégia do governo de dar outras destinações ao patrimônio da área, que hoje possuem uso eminentemente turístico. Prédio histórico, o Palácio Rio Branco, por exemplo, será transformado em hotel gerenciado pelo grupo português Vila Galé.

“Não vou anunciar nada porque quem anuncia investimento privado é a iniciativa. Mas, em dentro de uns seis meses, a gente deve ter anúncio de investimentos nesta área”, disse nesta sexta-feira, 21, em entrevista ao Portal A TARDE, o titular da Setur, sem dar mais detalhes sobre o assunto.

Sobre o Palácio Rio Branco, o secretário revelou que o Vila Galé está próximo de receber autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para realizar as obras de construção do hotel no prédio. “O Vilá Galé fez as alterações pedidas pelo Iphan e vamos nos reunir, em breve, com o Iphan para apresentar o projeto final. Acredito que, nos próximos 30 dias, devemos ter resposta sobre isso”, afirmou. Ainda segundo ele, o hotel deve ter cerca de 100 quartos, com restaurante aberto ao público. A galeria dos governadores, que está no prédio, ficará aberta para visitação gratuita.

 

Fonte: Jornal A Tarde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here