Augusto Aras foi derrotado em eleição interna na PGR

O procurador-geral da República, Augusto Aras, sofreu derrota em eleição interna realizada nesta terça-feira para duas cadeiras do conselho superior do Ministério Público Federal, órgão máximo de deliberação de assuntos da Procuradoria-Geral da República (PGR) e do MPF.

Dois opositores do Procurador Geral da República, Augusto Aras, foram eleitos com 645 e 608 votos, respectivamente, para uma cadeira no conselho superior do Ministério Público Federal. Os novos membros do conselho são os subprocuradores-gerais da República Mario Bonsaglia e Nicolao Dino.

Aras apoiava os subprocuradores-gerais da República Carlos Frederico Santos e Maria Iraneide Facchini, que obtiveram 190 e 121 votos, respectivamente.

Bonsaglia havia sido o primeiro colocado na lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) realizada no ano passado e enviada para Jair Bolsonaro se basear na escolha do novo PGR, mas o chefe de Estado escolheu Aras. Dino já ocupava uma cadeira no conselho superior e foi reeleito.

Participam da eleição procuradores da República de todo o país. O resultado expressa uma insatisfação interna da categoria com o procurador-geral da República, informa O Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here