Boa União: a tão esperada reforma da escola Miguel Santos Fontes continua sendo comemorada

EScola Miguel dos Santos Fontes

O Colégio Municipal Miguel Santos Fontes, que atualmente atende a 270 estudantes, distribuídos em 10 turmas do 6° ao 9° ano , além do ensino noturno e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), passou por grande reforma, um investimento com recursos próprios na ordem de R$195 mil.

Uma demanda histórica da comunidade de Boa União, sempre solicitada pelo atual presidente da Câmara de Alagoinhas, vereador José Cleto, foi atendida: a escola passou por uma reforma completa, com substituição total do telhado e das esquadrias, pintura, instalação de forro e cobertura, instalação elétrica e hidráulica. Outra preocupação da secretaria de educação foi tornar as salas mais iluminadas e arejadas, inclusive com a instalação de ventiladores.

A mudança tão esperada causou grande impacto nos atores diretamente envolvidos. Alunos e familiares comemoram o importante avanço na educação, ao lado da diretora da unidade escolar, Elionara Frias, que disse: “desde de 2014 falava-se em uma emenda de um deputado, mas nunca chegou. E foi preciso muita coragem para enfrentar os desafios até hoje, quando a tão sonhada reforma trouxe esperança de desenvolvimento para a educação da comunidade”.

Presidente da Câmara José Cleto, ao lado do Prefeito e do Secretário de Educação

Um dos mais entusiasmados, Cleto contou ao SCR que estudou da alfabetização à quarta série no Dom Avelar Vilela e da quinta à oitava serie na Escola Miguel Santos Fontes, reiterando a importância que o equipamento tem para ele, pela memória afetiva, e para a comunidade:  “para mim é uma alegria participar desse evento, pois, sem sombra de dúvida, essa importante reforma irá refletir na aprendizagem dos alunos”. Mas o vereador não ficou só na comemoração, aproveitou para cobrar do prefeito a reforma, ou até mesmo a construção de nova unidade da escola Dom Avelar Vilela que, segundo ele, tem mais de 60 anos e é a que está em pior estado de conservação no município. Ao discursar, Joaquim autorizou ao secretário Gustavo que encaminhasse tudo que se fizer necessário para proceder a reforma e a ampliação solicitada pelo vereador.

Ainda durante sua fala, o chefe do executivo sinalizou que o foco na educação vai além de reformas e construções. Os professores do município estão participando do programa Educar para Valer, qualificando o processo de ensino e aprendizagem, assim como estão sendo feitos investimentos na área de tecnologia e informática. Sobre o retorno às aulas presenciais, a previsão é que ocorra em meados de setembro, após finalização da segunda dose da vacina contra a Covid-19 em todos os profissionais de Educação do município, completou Joaquim.

Gustavo Carmo creditou o avanço nas ações da secretaria a toda a equipe da SEDUC, afirmando que faz uma gestão participativa ao lado da subsecretária  Keite Lima e que as decisões são tomadas de forma coletiva.

Nadia Freire
Editora

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here