Bolsonaro repete ameaças golpistas e diz que Alexandre de Moraes falou ‘certas coisas que não procediam’

Ocupante do Palácio do Planalto diz que pretende ter um novo encontro com o ministro do Supremo

Jair Bolsonaro confirmou neste domingo (26) que teve uma conversa com o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes na última semana e disse que pretende ter um novo encontro com o magistrado.

O ocupante do Palácio do Planalto também repetiu ameaças golpistas e ataques às urnas, se queixou de “interferências” do Supremo no Executivo. Em tom de ameaça, disse que “vai chegar um ponto final”.

“Uma hora vai acontecer uma tragédia que a gente não quer. Não estamos dando recado, aviso, todo mundo sabe o que está acontecendo”, disse ao programa 4 por 4, feita por bolsonaristas, informa a Folha de S.Paulo.

 

Sobre a conversa com Moraes, Bolsonaro disse que o ministro “falou 90% do tempo” e ele, 10%. “Mais ou menos cinco minutos de conversa. Falei para ele: vamos conversar na próxima semana com mais tempo. E pode ser em qualquer lugar”, afirmou. O objetivo, segundo o chefe do Executivo, é que cheguem a um “entendimento”.

Bolsonaro disse que durante o encontro que manteve durante cinco minutos na residência do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, Moraes “falou certas coisas que não procediam”.

Fonte: Brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here