Brasil está secando e perde 15% da superfície de água em 35 anos

A redução de água doce no país entre 1991 e 2020 foi de 15,7%.

Um novo estudo aponta que o Brasil está literalmente secando, em razão da exploração predatória da terra e da devastação da Amazônia. “Análises de imagens de satélite do território brasileiro entre 1985 e 2020 mostram que, em apenas 35 anos, há perda de superfície de água em oito das 12 regiões hidrográficas, em todos os biomas do Brasil. A redução de água doce no país entre 1991 e 2020 foi de 15,7%”, aponta reportagem de Daniela Chiaretti, publicada no Valor.

“Os dados são dos pesquisadores do MapBiomas, iniciativa que envolve ongs, universidades e empresas de tecnologia. É hoje a plataforma com base de dados mais atualizada sobre as transformações da cobertura e uso da terra no Brasil. Lançado agora, o MapBiomas Água faz o mapeamento territorial da dinâmica da água superficial para todo o Brasil. Foram processadas mais de 150 mil imagens de satélite ao longo de 36 anos, entre 1985 e 2020, distinguindo o que está acontecendo com os corpos hídricos naturais (rios, lagos, lagoas) dos feitos pelo homem, como reservatórios de hidrelétricas, açudes, barragens de mineração ou em propriedades privadas. O estudo aponta um cenário crônico, que se agrava nas últimas três décadas”, alerta.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here