Auxílio Emergencial é prorrogado por dois meses

Segundo o Ministério da Economia, cada parcela do auxílio custa por mês cerca de R$ 50 bilhões. De acordo com Paulo Guedes, o programa já beneficiou 60 milhões de pessoas. O ministro afirmou ainda que os dados mostram que o "fundo do poço" da crise econômica provocada pela pandemia foi no mês de abril.

Crédito a microempresas poderá ter perdão parcial, diz ministro

A medida provisória com o novo regime de trabalho caducou no fim de abril, mas o governo pode ressuscitar o debate em um projeto de lei. O ministro também prometeu retomar a agenda de reforma tributária. “Vamos reduzir IPIs [Imposto sobre Produtos Industrializados], vamos tornar a cesta básica acessível”, destacou.

Redução do auxilio: Guedes decretou a morte e o sofrimento de milhares de brasileiros,...

O economista Eduardo Moreira criticou duramente a redução do auxílio-emergencial em suas redes sociais. "Lá vem Guedes com a mesma historinha do BPC, querendo...

Auxílio Emergencial: Prazo pra cadastramento termina em 2 de julho

A ideia sobre prorrogação que mais agrada o presidente Jair Bolsonaro é a de pagamento escalonado em valor decrescente, em três parcelas: R$ 500 em julho; R$ 400 em agosto e R$ 300 em setembro. Bolsonaro já disse que não é possível repetir o pagamento de R$ 600 em três parcelas.

ANP aprovou resolução que teve por objetivo melhorar a qualidade da gasolina produzida no...

A diretora da Petrobras explicou que o preço será um pouco superior devido à paridade de importação com as gasolinas de melhor qualidade existentes no exterior, que são mais caras. Mas garantiu que a redução do consumo vai compensar esse custo maior.

Pagamentos pelo WhatsApp são proibidos pelo Banco Central

Determinação do BC atinge diretamente as bandeiras de cartões Visa e Mastercard, que haviam anunciado parceria com o WhatsApp, aplicativo controlado pelo Facebook, para...

Banco Central mantém política de cortes e taxa Selic cai para 2,25% ao ano

Essa preocupação sobre descontrole da inflação no futuro permeia as indicações contidas no comunicado do Copom.

Agência Internacional de Energia (AIE)vê a maior queda na demanda de petróleo da história

O diretor executivo da AIE, Fatih Birol, disse na terça-feira à CNBC “Street Signs Europe” que uma recuperação modesta do mercado de petróleo está sendo impulsionada por três fatores: forte saída da China das medidas de bloqueio; uma conformidade “muito boa” entre os membros da OPEP +; e o declínio da produção nos EUA, Canadá e outros países do G-20. “Todas essas três coisas juntas nos dizem que a recuperação gradual do mercado de petróleo continua”, acrescentou. 

Cresce campanha pelo boicote de produtos brasileiros na Europa

Depois do Reino Unido, a Alemanha é mais um país europeu a ensaiar um boicote a produtos brasileiros em razão do aumento no desmatamento...

Coronavirus dará um tempo no projeto neoliberal?

Kristalina Georgieva, do FMI, afirma: “Renda mínima é um bom instrumento para a igualdade” Logo que alguém começa a falar sobre economia com a diretora-gerente...