Com investimentos que superam R$ 450 milhões, obras potencializam desenvolvimento da região sul da Bahia

Barragem do Rio Colônia - Foto Paula Fróes_GOVBA (1)
Obras em diversos segmentos estão transformando e fortalecendo a região sul, conhecida como um importante pólo econômico da Bahia. Com investimentos que ultrapassam os R$ 450 milhões em áreas como saúde, infraestrutura, saneamento e educação, o Governo do Estado segue valorizando e ampliando o potencial da região com intervenções que oferecem à população mais eficiência no atendimento médico, melhor mobilidade, acesso à água de qualidade, entre outros benefícios.

Uma das obras de grande porte realizadas na região foi a construção do Hospital Regional da Costa do Cacau, maior obra de saúde pública do sul baiano nos últimos 35 anos, que teve um investimento de R$ 87,7 milhões. Localizada em Ilhéus, a unidade beneficia 70 municípios, com a oferta de 225 leitos. Outro grande equipamento de Saúde entregue para a população do sul da Bahia foi a Policlínica Regional em Itabuna, que atende moradores de 29 cidades e contou com recursos da ordem de R$ 25 milhões para implantação.

Ainda na área da saúde, a região receberá ainda este ano o Hospital Materno-Infantil de Ilhéus, com 105 leitos. Com investimento superior a R$ 40 milhões, a unidade contará com UTI neonatal e pediátrica, além de ser referência para toda a região sul em cirurgia pediátrica e parto de alto risco.

Infraestrutura – Um importante vetor de desenvolvimento e que já figura como novo cartão postal da cidade, a Ponte Ilhéus-Pontal foi entregue no ano passado pelo Governo do Estado com um investimento de R$ 100 milhões. Bastante esperada por moradores e turistas, a primeira ponte estaiada da Bahia possui 533 metros de extensão, 5 metros de largura e abrange um sistema viário com 2,7 quilômetros e acessos ao Centro e ao Litoral Sul. Construída sobre o Rio Cachoeira, a ponte fomenta o turismo na região e facilita a mobilidade de cerca de 511 mil pessoas que moram nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Ilhéus, Anselmo Clemente, garante que o impacto da ponte “foi totalmente positivo, porque havia uma única ponte que travava o trânsito pela manhã e no final da tarde, com prejuízos para o comércio. Hoje, as pessoas se deslocam com mais rapidez. A nova ponte era o que faltava para a cidade deslanchar como pólo comercial, industrial, turístico e prestador de serviços. É um divisor de águas na história da cidade”.

O equipamento ainda viabiliza que a produção da região possa ser escoada para diferentes modais, a exemplo do Porto de Malhada e o futuro Porto Sul. Segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, “a construção da Ponte Ilhéus-Pontal, aliada a outras ações como o acesso à Jaguaripe, na BA-883; acesso às praias de Itacaré; a duplicação da BA-001, em Ilhéus, do entroncamento da BR-251 até o Hotel Opaba e a restauração do acesso a Itabuna, na BR-101, estão contribuindo para o desenvolvimento desses municípios, ampliando também as possibilidades de negócios e logística de produtos e serviços”.

Também foram realizadas intervenções como a requalificação do semi-anel rodoviário de Itabuna, que contou com investimento de R$ 8,5 milhões. Outros exemplos de obras de infraestrutura rodoviária realizadas na região são as recuperações da BA-130/650, no trecho Ipiaú – Itagibá – Dário Meira; e da BA-678, no trecho entre Mascote e o entroncamento com a BA-270.

Porto Sul – No início deste mês de setembro, foi inaugurada a ponte sobre o Rio Almada, em Ilhéus, com capacidade de até 220 mil toneladas. Esta foi a primeira obra concluída entre as que antecedem a construção do Porto Sul. A ponte se junta a outras obras em andamento – 13 quilômetros de vias, rotatórias, desvios e trabalhos de sinalização, além de ações socioambientais. O complexo portuário está com 40% das intervenções que precedem o porto concluído.

Proprietário de uma loja de materiais para construção na Vila Juerana, Wellington Araújo é um exemplo de otimismo com a obra. Após o início das intervenções, ele começou a ampliar e modernizar a empresa e já contratou 15 novos funcionários. “Tem muita gente chegando de olho nas novas oportunidades, casas sendo alugadas, restaurantes abertos, enfim, há um clima de otimismo, porque não vamos depender somente do movimento do verão e dos feriados”, afirmou.

Em parceria com o Governo do Estado, o Porto Sul, que tem obras realizadas pela Bamin, vai receber investimentos da ordem de R$ 2,5 bilhões e poderá atracar navios de até 220 mil toneladas. Juntos, os projetos da Mina Pedra de Ferro e do Porto Sul vão gerar cerca de 55 mil empregos diretos e indiretos.

Saneamento básico – Mais intervenções para o melhoramento da saúde da população da região sul foram realizadas através de obras direcionadas ao saneamento básico, como a ampliação na Estação de Tratamento de Água (ETA)do Pontal e a entrega da primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário Ilhéus/Pontal, obras que juntas totalizaram mais de R$ 59 milhões em recursos investidos para garantir melhor qualidade de vida à população.

A construção da Barragem do Rio Colônia, no município de Itapé, é mais uma obra de infraestrutura hídrica que visa também a saúde das pessoas. Com um investimento de R$ 110 milhões, a barragem garante o abastecimento de água para cerca de 300 mil moradores da região, além de reduzir o risco de enchentes.

Educação, Cultura e Esporte – Os investimentos do Governo do Estado na região seguem acontecendo e outras obras estão em andamento.  Na área da Educação, em Ilhéus, será construído um prédio escolar com 25 salas, para sediar o Colégio Estadual Rotary Renato Leite da Silva e o Colégio Estadual Paulo Américo. Mais 25 salas para abrigar o Colégio Estadual Félix Mendonça, além da modernização do Centro Estadual de Educação Profissional do Chocolate Nelson Schaun e do Colégio Estadual do Ceará.  Segundo o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, “as obras fazem parte do conjunto de ações voltadas à requalificação da rede física das escolas estaduais”, a exemplo do que acontece em grande parte do estado.

A região sul também abriga um dos mais modernos equipamentos culturais do estado. O Teatro Candinha Dórea, em Itabuna, tem capacidade para receber diversos tipos de espetáculos além de figurar como um dos principais cartões postais da cidade. As obras foram realizadas graças a um convênio firmado pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), com a prefeitura para repasse dos recursos da ordem de R$ 30 milhões.

Na área esportiva, com atletas que se destacam internacionalmente na canoagem , a região recebeu também centros de treinamento especializados nessa modalidade nas cidades de Itacaré e Ubaitaba. A estrutura dos centros, consideradas de excelência, contempla garagem dos barcos, sala de musculação, refeitório, copa, despensa, área de serviço, sala da administração, sala de professores, sala de aula e deck flutuante. Uma terceira unidade semelhante às já entregues será inaugurada em Ubatã ainda em 2021.

 

Fonte: Comunicação Governo da Bahia <comunicacao-governodabahia@secom.ba.gov.br>

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here