Cortejo do 2 de Julho é roteiro de história e cultura para os turistas, na capital baiana

0
145

Ao participar do desfile do 2 de Julho, em Salvador, nesta terça-feira (2), o subsecretário do Turismo da Bahia, Benedito Braga, afirmou que a celebração da história e cultura representa muito mais que um ato cívico.  “É o dia em que orgulhosamente comemoramos a coragem e determinação dos baianos, na luta pela Independência”.

 Por esse motivo, a comemoração do 2 de Julho é um importante atrativo para os milhares de visitantes que chegam à Bahia, neste início de mês. Nessa época, é mais intenso o fluxo turístico, em razão do recesso escolar, nas regiões Sul e Sudeste . “Se observarmos que o turismo cultural é uma das mais fortes tendências do setor, temos aqui um produto exclusivo. Nosso compromisso é valorizá-lo cada vez mais”, destacou Benedito Braga.

 O trajeto entre a Lapinha e o Terreiro de Jesus -por ladeiras e estreitas ruas de calçamento secular, no Centro Histórico da capital baiana -permite ao turista conhecer pessoas, tradições, histórias e aprender sobre o passado de maneira viva e autêntica. Na opinião do subsecretário, o 2de Julho é “uma demonstração clara da importância da cultura para o turismo e sua capacidade de promoção do desenvolvimento econômico”.

 CORTEJO – Por volta das 8h, o subsecretário Benedito Braga chegou à Lapinha para integrar o cortejo liderado pelo vice-governador João Leão. Acompanhou o hasteamento de bandeiras com a participação de autoridades, a execução de hinos, a queima de fogos em homenagem aos heróis da independência e o desfile com fanfarras e filarmônicas. Ao longo de todo o trajeto em direção ao Terreiro de Jesus, ele conversou com jornalistas, destacando a importância do 2 de Julho. 

 

 

Repórter: Lenilde Pacheco

Fonte: Ascom/Setur-BA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here