CPI da Covid – Pedido de habeas corpus para Pazuello está pronto para ser enviado ao STF

Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello (Foto: ABr)

Texto está na mesa para ser assinado por André Mendonça, chefe da Advocacia Geral da União, e pode ser apresentado ao STF a qualquer momento. Se aceito pelo STF, HC permite que o ex-ministro da Saúde fique em silêncio no Senado.

Um pedido de habeas corpus para que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello fique em silêncio na CPI da Covid no Senado está pronto para ser assinado pelo chefe da Advocacia Geral da União, André Mendonça.

O texto, que estaria sobre a mesa de Mendonça, pode ser enviado a qualquer momento para o Supremo Tribunal Federal, segundo reportagem do Globo. O depoimento de Pazuello está marcado para a próxima quarta-feira (19).

Na avaliação da defesa de Pazuello, a atuação dos senadores nos depoimentos do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na semana passada, e do ex-chefe da Secom, Fábio Wajngarten, nesta tarde favorecem a ação sobre Pazuello no STF.

Na sessão desta quarta, o relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), e outros colegas chegaram a pedir a prisão do ex-secretário por mentir à CPI. O pedido foi negado pelo presidente da Comissão, senador Omar Aziz (PSD-SP).
Em entrevista logo após a sessão, o senador Flavio Bolsonaro, que armou um barraco ao final da audiênciadefendeu que Pazuello vá à CPI e diga tudo o que sabe.

“O senhor defende que o Pazuello deponha aqui na CPI?”, perguntou um dos repórteres a Flávio, que respondeu: “Ele vem depor. Não negou que virá. Aliás, ele tem que vir depor e vai vir muito bem, tenho certeza, porque ele tem a verdade ao lado dele para poder trazer ao conhecimento de muitos senadores na CPI”.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here