Crise social: mais 4,3 milhões de pessoas passam a receber renda muito baixa

Total de pessoas em domicílios com rendimento do trabalho inferior a um quarto do salário mínimo atinge o total de 24,5 milhões

A pandemia do coronavírus empurrou no período de apenas um ano mais 4,3 milhões de brasileiros para faixa de renda do trabalho considerada muito baixa nas regiões metropolitanas.

A informação é do boletim Desigualdade nas Metrópoles.

No primeiro trimestre de 2020, período inicial da crise sanitária, as regiões metropolitanas somavam 20,2 milhões de pessoas em domicílios com renda per capita do trabalho inferior a um quarto do salário mínimo. No mesmo intervalo de 2021, o número subiu para 24,5 milhões.

O aumento de 4,3 milhões vem dessa comparação, destaca reportagem da Folha de S.Paulo

Fonte: Brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here