Cuba apresenta na ONU denúncia sobre bloqueio dos Estados Unidos

Chanceler cubano Bruno Rodríguez

Cuba apresentará nesta quinta-feira o relatório com denúncias sobre os danos causados ​​pela política de bloqueio exercida há quase 60 anos pelos governos dos Estados Unidos.

Cuba apresenta na ONU nesta quinta-feira (22), por videoconferência, o relatório contendo denúncias sobre os prejuízos causados ao país pelo bloqueio estadunidense. A apresentação será feita pelo chanceler Bruno Rodríguez.

A divulgação do documento que serve de argumento para a proposta da ilha perante a Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU) de os Estados Unidos cessarem sua política de cerco da ilha caribenha foi adiada devido aos efeitos a Covid-19 sobre o organismo mundial.

Esta iniciativa de Havana para que Washington ponha fim ao bloqueio econômico, financeiro e comercial foi aprovada durante 28 votações anuais pela Assembleia Geral da ONU.

Na última votação, no final de 2019, a iniciativa de Cuba alcançou 187 votos a favor, três contra e duas abstenções.

Na ocasião, o Chanceler cubano afirmou perante o plenário da Assembléia Geral que os Estados Unidos não escondem sua intenção de sufocar seu país.

Desde então, o governo do presidente Donald Trump aplicou mais de uma centena de medidas para esse fim.

Mas isso aconteceu apesar do fato de a ilha caribenha estar envolvida no confronto com a Covid-19.

Segundo Havana, de abril de 2018 a março de 2019, o bloqueio causou perdas na ordem de 4,3 bilhões de dólares.

Até essa data, e a preços correntes, os prejuízos acumulados durante quase seis décadas de aplicação da política de bloqueio somam 138,9 bilhões de dólares, informa a Prensa Latina.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here