Doria proíbe ato da oposição em 7 de setembro; “Fora Bolsonaro” rejeita veto e mantém convocação para o Vale do Anhangabaú

(Foto: REUTERS/Carla Carniel | Brasil_de_Fato | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

Governador de São Paulo decidiu vetar ato do Fora Bolsonaro. Movimento diz que decisão desrespeita Constituição e mantém convocação para o Vale do Anhangabaú em 7 de setembro.

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou nesta quinta-feira (26) que a Secretaria da Segurança Pública do Estado proibiu a realização do ato do Fora Bolsonaro marcado para 7 de setembro no no Vale do Anhangabaú – os bolsonaristas foram autorizados a se manifestar na Avenida Paulista, com a presença de Bolsonaro. Raimundo Bonfim, coordenador da Central de Movimentos Populares (CMP) e do movimento “Fora Bolsonaro” rejeitou o veto de Doria e garantiu que a manifestação acontecerá a partir das 14h.

Segundo Bonfim, “a Constituição nos garante o direito de manifestação e o assunto é tema do movimento com a Prefeitura da cidade. A Constituição não dá ao governador poder de decidir quem pode e quem não pode se manifestar. Vamos até o fim”.

Doria afirmou, segundo O Antagonista,  que “não há conveniência de que grupos antagonistas se manifestem no mesmo dia, ainda que em locais diferentes”. Na noite desta quarta-feira, as frente Brasil Popular e Povo sem Medo, que organizam o movimento Fora Bolsonaro, confirmaram a realização da manifestação no Vale do Anhangabaú, no centro da cidade de São Paulo.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here