Educação ambiental: alunos do Colégio Municipal Dr. Jairo Azi lançam Revista Eco Teens

Levantando bandeiras como a preservação do meio ambiente, a cidadania e o desenvolvimento sustentável, alunos do 6° e do 8° ano do Colégio Municipal Dr. Jairo Azi apresentaram, nesta quarta-feira (28), os resultados do projeto Eco Teens, com o lançamento de uma revista temática.

A iniciativa é do Ministério Público, que conta com apoio da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) e da Secretaria de Desenvolvimento e Meio Ambiente (SEDEA) para direcionar, desenvolver, estimular e incitar os alunos da rede pública ao debate sobre meio ambiente.

A culminância do projeto, que leva o protagonismo das ações aos estudantes, prevê a publicação e o lançamento em forma de revista do conteúdo trabalhado e elaborado pelos próprios alunos, que distribuem o material, apresentam e discorrem sobre as atividades desenvolvidas.

A edição deste ano, distribuída esta semana, pelos estudantes, traz como foco principal a preservação ambiental com ênfase no lixo e nas atitudes “Reduza, Recicle, Reaproveite e Reutilize”.

“Mais uma vez, o projeto atende e traz o que a gente espera dele. A gente mistura aqui 2 assuntos que não podem andar sozinhos: educação e meio ambiente. Temos tido experiências bem positivas do projeto em Alagoinhas. E a apresentação da revista, assim como a dedicação dos alunos na execução do projeto, foi surpreendente”, pontuou a promotora Suzana Dantas Cerqueira Monteiro, do Ministério Público.

Para o secretário municipal de desenvolvimento econômico e meio ambiente, José Edésio Cardoso, que participou da iniciativa, mais do que uma forma de compartilhamento e aprendizagem, o projeto é também uma oportunidade para que se possa produzir localmente mudanças de alcance global.

“A interdisciplinaridade fomenta a construção de iniciativas promissoras. Quando vocês aprendem e colocam isso em prática, no dia a dia, isso nos fortalece. Então a gente parte da nossa rua, da nossa escola, do nosso bairro, da nossa cidade, da nossa região, para reverberar ações positivas e fortalecer o desenvolvimento sustentável através de posturas conscientes e da preservação dos ecossistemas”, disse aos alunos da escola municipal, no distrito de Riacho da Guia.

O gestor da pasta de Educação, Jean Afonso, lembrou que a questão ambiental tem sido discutida nacional e internacionalmente, sobretudo após o aumento do desmatamento na Amazônia e salientou que, em Alagoinhas, no interior baiano, não diferente de outros estados e municípios, a pauta também está sendo debatida, com foco na responsabilidade ambiental.

“O mundo lá fora clama por essa situação. Temos que tirar desse exemplo a nossa responsabilidade, enquanto cidadãos, o papel de cada um. O que nós podemos fazer? Não podemos achar que se trata de um problema distante. O meio ambiente é uma questão que compete a cada um de nós. Nesse sentido, o Eco Teens é mais um trabalho que chega para fortalecer e para conscientizar cada um a fazer a sua parte para que, juntos, possamos avançar. Isso começa no próprio ambiente escolar em que convivemos”, afirmou Jean Afonso, que aproveitou também para agradecer à equipe envolvida. “É resultado de um trabalho conjunto, feito por várias mãos”, acrescentou.

No Colégio Municipal Dr. Jairo Azi, o resultado do projeto virou publicação impressa, mas também paródia, poesia, encenação, jogos e até receita com reaproveitamento de alimentos para evitar o desperdício.

Premiado pelo Conselho Nacional do Ministério Público, em 2017, o Eco Teens contribui, segundo as professoras envolvidas no projeto, para o avanço das políticas educacionais e fomenta o desenvolvimento de ações que ajudem a despertar, nos estudantes, o desejo de cuidar do meio ambiente pensando no futuro.

Com o lançamento da revista em Riacho da Guia, o projeto contabiliza mais uma localidade atendida. Em Alagoinhas, a iniciativa já passou também por escolas do Estêvão, do Jardim Petrolar, do Silva Jardim e do distrito de Boa União.

Este ano, o Ministério Público aproveitou a oportunidade para homenagear José Antônio Oliveira, do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (CONDEMA), pela atuação nas ações de educação ambiental desenvolvidas. “O MP lançou, no último ano, o ‘conselheiro destaque’, e a gente faz essa homenagem ao conselheiro que se destacou”, salientou a promotora Suzana Dantas.

José Antônio Oliveira, que participou do evento, no Colégio Municipal Dr. Jairo Azi, citou Lavoisier “Na natureza, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”, e ressaltou a importância da formação de multiplicadores através do projeto. “É preciso ter um olhar sensível para o que a natureza traz. Que esta seja uma semente com frutos para o futuro”, enfatizou.

A tiragem da publicação foi de mil exemplares e a diretoria da escola informou que, embora a revista demarque o encerramento das atividades desenvolvidas como parte do projeto, é também o início de uma proposta de educação ambiental que deve ser permanente e extrapolar o âmbito das discussões pontuais, com incentivos dentro e fora das salas de aula.

 

Fonte: Secom/Alagoinhas

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns a todos envolvidos, principalmente a diretora do Colégio Jairo Azi Sônia Silva, pois acompanhamos seus esforços e entrega a essa causa tão nobre..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here