Eles lucraram US$ 47B com música sem vender nenhum disco

Lucrando com música sem vender disco – como o Spotify desbancou as Big Techs.

Nostalgia. Nos anos 2000, você tinha três opções se quisesse escutar seu artista preferido: comprar o disco, esperar tocar na rádio ou ir atrás de sites piratas para ouvir no seu mp3 player. Afinal, porque comprar o álbum se eu tenho acesso ilimitado a todas as músicas do mundo, de graça?

A solução de mais de US$ 40 bilhões: Bom. A verdade é que baixar música pirata, além de ser ilegal, era péssimo para as gravadoras. E o único jeito de impedir o consumo de músicas piratas era fornecer uma alternativa mais ”fácil” à pirataria. Ou seja: algo que fosse mais rápido, mais prático e, ainda assim, barato. (spoiler: foi exatamente isso que o sueco, Daniel Ek, fez com o Spotify).

A empresa, fundada em 2006, já conta com mais de 165 milhões de assinantes, desbancando Big Techs como Apple, Disney e YouTube. Os números impressionam e a dúvida que fica é: como???

 O motivo do sucesso: não é à toa que a maioria das pessoas que você conhece hoje usam o Spotify. A empresa teve 3 estratégias que a levaram ao sucesso:

  1. Ter uma versão gratuita: a versão gratuita pode te incomodar exibindo anúncios a cada música tocada, mas essa opção aumentou consideravelmente o número de downloads do app – deixando ele ainda mais relevante;
  2. Dar um gostinho do premium: com a opção de 3 meses gratuitos do Spotify Premium, o aplicativo permitiu que o usuário aproveitasse todos os recursos do serviço pago e não quisesse mais voltar para a versão básica depois do free trial;
  3. Todo mundo está no Spotify: Se, hoje, a maioria dos artistas lança os seus álbuns primeiro no Spotify (e alguns lançam exclusivamente no app), é lá que os clientes também querem estar, certo?
Alguns dados:
  • O Spotify paga ao artista ou à gravadora US$ 0,00348 por play
  • O artista mais ouvido no Spotify em 2021 foi o Bad Bunny – sem nem ter lançado um álbum
  • Já a música mais ouvida foi “drivers license”, da Olivia Rodrigo (eu sei, pode ser um grande estranhamento para boa parte de nós que não passamos o dia inteiro no TikTok, mas ela é bem famosa)
  • Taylor Swift, Jay Z e Adele já retiraram suas músicas do Spotify em “protesto” ao valor pago pelo play… mas é claro que voltaram atrás pouco tempo depois rsrs.

 

Fonte: Revista Exame – Invest

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here