Em audiências com o Congresso, Barroso defenderá mudança do sistema de governo e condenará voto impresso

Luís Roberto Barroso, presidente do TSE. FOTO: ROSINEI COUTINHO/STF.

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) vai defender o sistema semipresidencialista e mais uma vez rechaçar voto impresso, proposto por Jair Bolsonaro.

 O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, participará nesta segunda-feira (5) de duas audiências por videoconferência com o Congresso Nacional sobre o sistema de governo e o voto impresso.

Barroso é defensor do semi-presidencialismo e tem alertado para riscos caso o Legislativo aprove a volta da contagem manual das cédulas de votação, informa o Painel da Folha de S. Paulo.

A posição do presidente do TSE  quanto ao voto impresso é antagônica à de Jair Bolsonaro. Para o presidente do TSE, a adoção do voto impresso representa o retorno das fraudes no processo eleitoral.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here