Em nova ameaça, Bolsonaro diz que manifestações serão “ultimato” para “um ou dois” ministros do STF

Ministro Alexandre de Moraes, Jair Bolsonaro e ministro Luis Roberto Barroso

“Essas ‘uma ou duas pessoas’ tem que entender o seu lugar. E o recado de vocês, povo brasileiro na próxima terça-feira, será um ultimato para essas duas pessoas”, disse Jair Bolsonaro em referência aos ministros Alexandre de Moraes e Luis Roberto Barroso.

Jair Bolsonaro afirmou que as manifestações bolsonaristas do dia 7 de setembro serão um ultimato para “um ou dois”. A declaração, feita nesta sexta-feira (3) durante um evento na Bahia, faz uma referência indireta aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Luis Roberto Barroso. Ele disse, ainda que apesar de não precisar sair das “quatro linhas da Constituição”, poderá fazer “valer a vontade do povo” caso alguém não a siga.

“Essas ‘uma ou duas pessoas’ tem que entender o seu lugar. E o recado de vocês, povo brasileiro na próxima terça-feira, será um ultimato para essas duas pessoas. Curvem-se à Constituição. Respeitem a nossa liberdade. Entendam que vocês dois estão no caminho errado. Porque sempre dá tempo para se redimir”, disse Bolsonaro, de acordo com o jornal O Globo. “Quem dá esse ultimato não sou eu, é o povo brasileiro, povo esse no qual nós todos políticos devemos lealdade”, completou.

Ainda segundo ele, “não precisamos sair das quatro linhas da Constituição. Ali temos tudo que precisamos. Mas se alguém quiser jogar fora dessas quatro linhas nós mostraremos que poderemos fazer também valer a vontade e a força do seu povo”.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here