Empresariado critica alta dos juros

Edifício-sede do Banco Central no Setor Bancário Norte, em lote doado pela Prefeitura de Brasília, em outubro de 1967

Medida é equivocada, diz comunicado da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Imediatamente após a decisão do Banco Central desta quarta-feira (16), de elevar a taxa básica de juros em 0,75%, para 4,25%, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) emitiu nota dizendo que a medida foi “equivocada” e que aumentará o custo dos financiamentos. Na última reunião, que também teve aumento de juros, a entidade falou que a alta havia sido “precipitada”.

“A Confederação Nacional da Indústria (CNI) considera equivocada a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, por um novo aumento na taxa básica de juros (Selic) em 0,75 ponto porcentual”, diz a nota.

Segundo a economista-chefe da Ourinvest, Fernanda Consorte, um dos pontos do comunicado do BC que chamou atenção do mercado foi justamente a preocupação do Copom com o aumento da inflação industrial.

O posicionamento da CNI mostra que o ciclo de alta dos juros enfrentará resistência entre empresários e pode afetar a confiança na retomada da economia. A informação é da coluna da jornalista Míriam Leitão, no Globo.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here