Equipes de saúde se deslocam a instituições para imunizar motoristas de transporte coletivo e profissionais de segurança e salvamento; 2ª etapa da campanha começou nesta quinta-feira (16)

Além do esquema de vacinação Drive Thru, no centro da cidade, a Prefeitura adota estratégias para assegurar a imunização do público-alvo, em Alagoinhas, e evitar a aglomeração de pessoas nos pontos de vacina. O município, que avança em cobertura vacinal, já vinha adotando medidas, como a vacinação em domicílio para acamados, e diretamente nos lares e instituições de longa permanência, para as pessoas acima de 60 anos. Com o início da 2ª etapa da Campanha Nacional, nesta quinta-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) organizou também um cronograma para a imunização in loco de profissionais de segurança e salvamento e de motoristas do transporte coletivo, incluídos nesta fase pelo programa de imunizações do Ministério da Saúde.

Com a iniciativa, as equipes se deslocam da Vigilância às instituições, facilitando o acesso e garantindo a aplicação da vacina contra Influenza ao grupo prioritário.

Nesta quinta, profissionais estiveram na Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), e a SESAU ressalta que as equipes de saúde trabalham com equipamentos de proteção individual e adotam as medidas protocolares de prevenção durante as atividades. Na sexta-feira, a imunização será realizada ainda na Guarda Municipal e estão previstos também deslocamentos para a vacinação no 4º Batalhão da Polícia Militar, no Grupamento de Bombeiros e na sede do Exército, além da imunização para motoristas nas garagens de empresas de transporte coletivo.

“Serão vacinados bombeiros, guardas municipais, policiais militares, que fazem o controle da segurança da cidade, e também motoristas de transporte coletivo, caminhoneiros, pacientes crônicos, conforme recomendação do Ministério da Saúde. Nossas equipes atuam com estratégias para atingir o público-alvo, assegurar a imunização e evitar a concentração de pessoas nos espaços, nesse momento de pandemia”, ressaltou a secretária municipal de saúde, Rosania Rabelo.

A vacina não é eficaz contra a COVID-19, mas é importante no auxílio ao diagnóstico para o novo coronavírus, já que existem semelhanças entre os sintomas.

De acordo com a SESAU, no que se refere às fases de vacinação, os profissionais seguem normas técnicas do Ministério da Saúde, que adota a recomendação da OMS e se baseia em estudos epidemiológicos para definir prioridade às pessoas com maior risco de exposição e maior chance de complicações respiratórias.

Ainda nesta etapa da campanha, que começa hoje, serão imunizados portadores de doenças crônicas não-transmissíveis e condições clínicas especiais, mediante apresentação de relatório médico, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, além dos motoristas de caminhão e coletivos.

A partir de 9 de maio, entram para o quadro vacinal professores do ensino básico ao superior, de escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas, adultos de 55 a 59 anos, povos indígenas e pessoas com deficiência.

A campanha segue até o dia 23 de maio e a meta é imunizar mais de 41 mil pessoas em Alagoinhas.

Confira os grupos contemplados pela 2ª etapa da Campanha de Vacinação contra Influenza, iniciada nesta quinta-feira (16):

 

Fonte: Secom Alagoinhas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here