Estado inicia testagens para Covid-19 na comunidade escolar de Cajazeiras e região

Foto: Reprodução
O Governo do Estado iniciou, nesta quarta-feira (30), as testagens para o novo Coronavírus em estudantes, professores e funcionários das escolas estaduais localizadas no bairro de Cajazeiras e região. No primeiro dia, o Colégio Edvaldo Brandão Correia atendeu a sua própria comunidade escolar e o Colégio Estadual Batista Neves, além da sua comunidade escolar, atendeu a da Escola Estadual Deputado Naomar Alcântara. A iniciativa é desenvolvida pelas secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB), com a aplicação de testes do tipo RT-PCR, que serão analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN).
A testagem para o novo Coronavírus deve alcançar 21.882 pessoas nas 21 escolas estaduais localizadas em Cajazeiras IV, V, VI, VII, VIII e X; Fazenda Grande II; Dom Avelar; Águas Claras; Castelo Branco; e Valéria. A previsão é a de serem testados 20.625 estudantes, 733 professores e 524 funcionários, até o dia 9 de outubro.
O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, que acompanhou o início das testagens nos colégios, falou desta nova fase das testagens.  “Chegamos a mais uma região populosa de Salvador para prestarmos este atendimento, que não é apenas uma amostragem simples, estamos falando de uma oferta de um serviço para que a comunidade escolar possa saber sobre a sua saúde e a da sua família e que, por diversas situações, talvez não teriam acesso com facilidade à testagem. E, a partir deste zelo e cuidado, planejamos com cautela o retorno às aulas, mesmo que não tenhamos uma data definida para a volta”, disse.
Para participar das testagens, a estudante Tailana Melo, do 3º ano do Ensino Médio, do Colégio Edvaldo Brandão Correia, esteve cedo na unidade escolar. “Acho importante a aplicação dos testes para que possa existir um controle e as coisas voltem à normalidade mais rápido. E como a vacina ainda está em um processo de  desenvolvimento, acredito que estas ações, em conjunto com as precauções que devemos tomar no dia a dia, podem ajudar na luta contra a expansão da pandemia”, disse.
O estudante do 2º ano do Ensino Médio, Alison Costa,  também do Colégio Edvaldo Brandão Correia, disse que a mobilização conscientiza a comunidade escolar. “Esta movimentação no entorno do enfrentamento à COVID-19 acaba incentivando todos a se cuidarem mais e prestarem atenção nas formas de prevenção. Espero que participando das testagens possamos contribuir futuramente para a volta às aulas”.
No Colégio Estadual Batista Neves, a professora de Língua Portuguesa, Rosângela Lima, da Escola Estadual Deputado Naomar Alcântara, comentou que esta ação pode ajudar a viabilizar a retomada do ano letivo. “É muito importante esta iniciativa para que possamos planejar uma volta às aulas. E a realização de testagens em massa no mundo todo se mostrou uma ação eficaz”, afirmou.
Nesta quinta-feira (1º), as testagens continuam em Cajazeiras VI, no Colégio Estadual Ana Bernardes, escola-polo do bairro, que recebe a sua própria comunidade escolar,  e no Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa, escola-polo de Cajazeira VII, que também atende a sua comunidade escolar. O atendimento acontece das 8h às 12h e das 13h às 17h.
*Cronograma de Cajazeira e bairros adjacentes:*
– Em Cajazeiras VI, o Colégio Estadual Ana Bernardes, escola-polo do bairro, recebe a sua própria comunidade escolar no dia 1º de outubro;
– O Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa, escola-polo de Cajazeira VII, também atende, no dia 1º de outubro, a sua comunidade escolar;
– O atendimento segue no dia 2 de outubro, com o Colégio Estadual Rafael Oliveira, escola-polo de Cajazeira VIII, recebendo sua própria comunidade escolar;
– E no mesmo dia 2, o Colégio Estadual Professor Nelson Barros, escola-polo de Cajazeira X, atende a sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Dona Mora Guimarães.
– Na Fazenda Grande II, o Colégio Estadual Luis José de Oliveira, escola-polo do bairro, recebe, no dia 5 de outubro, as comunidades escolares da própria unidade escolar, além das comunidades do Colégio Estadual Oliveira Brito e da Escola Estadual Lea Leal;
– Também no dia 5, o Colégio Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira, escola-polo do bairro Dom Avelar, atende a sua própria unidade escolar;
– Em Águas Claras, os colégios estaduais Renan Baleeiro e Santa Rita de Cássia, escolas-polo do bairro, recebem, respectivamente, as suas comunidades escolares no dia 6 de outubro;
– No dia 7 de outubro, também recebem as suas comunidades escolares, o Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia e a Escola Professor Roberto Santos, escolas-polo do bairro Castelo Branco;
– Em Valéria, o Colégio Estadual Professora Noemia Rego, escola-polo do bairro, atende sua própria unidade escolar, no dia 8 de outubro;
– No mesmo dia 8, o Colégio Estadual Eduardo Bahiana, escola-polo do bairro de Fazenda Grande II, atende sua própria unidade escolar. E no dia 9 de outubro, recebe a comunidade escolar do Colégio da Polícia Militar (CPM) – Dona Leonor Calmon.
– Ainda no dia 9, o Colégio Estadual Dinah Gonçalves, também escola-polo de Valéria, atende sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima.
Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here