Ex-jogador Tinga participou de reunião sobre discurso radical de Bolsonaro

Antes do pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV nesta terça-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), um de seus filhos, os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Walter Braga Netto (Casa Civil). As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Também estiveram presentes o senador Flavio Bolsonaro (sem partido-RJ) e o ex-jogador de futebol Paulo César Tinga. Segundo assessores presidenciais ouvidos pela Folha, a estratégia era a de tentar polarizar o debate no esforço de municiar o eleitorado bolsonarista a voltar a sair em defesa do governo.

Apesar da reunião antes do pronunciamento, Bolsonaro afirmou ter redigido o próprio discurso e negou participação do chamado “gabinete do ódio”, grupo formado por assessores ligados a Carlos Bolsonaro.

“Eu fiz sozinho. Vocês inventaram que o gabinete do ódio fez o discurso. Eu que fiz o discurso. Eu que escrevi o discurso. Eu sou responsável pelos meus atos.”

 

Fonte: Revista ISTOÉ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here