Feira e Conquista: Campanhas eleitorais são reiniciadas

Eleições 2020: Segundo turno

Foi dada a largada, nesta quarta-feira, 18, no prazo para retomada das campanhas eleitorais para os candidatos que disputam o segundo turno no Brasil. Na Bahia, o fato só ocorreu em duas cidades: Feira de Santana e Vitória da Conquista.

Em ambas o confronto se dará entre candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Em Feira, o deputado Zé Neto (PT) enfrenta o atual prefeito Colbert Martins (MDB). O petista alcançou 41,55% dos votos válidos, já o mdebista somou 38,18%. Os votos em branco somaram 9.680 (2.42%), nulos ficaram em 25.843 (6.45%) e as abstenções bateram 76.559 (19.11%).

Em Vitória da Conquista, a luta é do atual prefeito, o Jornalista Herzem Gusmão (MDB), que alcançou 45,89% dos votos válidos, contra o Prof. Doutor e deputado estadual, Zé Raimundo (PT), ex-prefeito do município e que obteve 47,63% dos votos. A abstenção em Conquista foi de 43.626 (18,87%), brancos somaram 4.095 (2,18%) e nulos 11.880 (6,33%).

Protocolos – A partir das 17h desta quarta-feira,(18), até o sábado que antecede o pleito (28), estão permitidos o uso de alto-falantes e carros de som, carreatas, passeatas ou caminhadas, além da distribuição de material gráfico.

Os famosos comícios podem ocorrer desta quarta-feira, 18, até a quinta-feira que antecede o segundo turno (26). Os eventos deverão ocorrer entre às 8h e a meia-noite, podendo ser prorrogados por mais duas horas no dia do comício de encerramento da campanha. Entretanto, os candidatos deverão se atentar às medidas de segurança sanitária e de combate ao novo coronavírus em cada estado, cumprindo uma série de protocolos, a exemplo do número máximo de participantes em eventos presenciais, horários e formas permitidas para campanha, oferta de meios de higienização e etc.

Estratégias – Com a retomada do horário eleitoral as campanhas começam a se movimentar para transmitir um conteúdo capaz de mobilizar os eleitores a irem votar em um período de pandemia, com alto índice de anulação de votos e de abstenções, como mostrou o primeiro turno de eleições.

O número de eleitores no país que não compareceram às urnas no primeiro turno foi o mais alto no país nos últimos 20 anos: 23,15% abstenções, contra 17,5% no pleito de 2016. 34.121.874 eleitores não foram votar no Brasil.

O prefeito Herzem Gusmão (DEM) informou ao A TARDE que o foco no segundo turno será “estar cada vez mais perto da população” e “mostrar que são dois projetos” em disputa.

“Um que governou a cidade por 20 anos e fez muito pouco. E o nosso, que em menos de 4 anos melhorou o desempenho da educação, implantou diversos serviços especializados na Saúde e estendeu o horário de atendimento em diversas unidades de saúde”, ressaltou Gusmão.

O deputado estadual e ex-prefeito de Vitória da Conquista, Zé Raimundo (PT), ressalta que, no segundo turno, vai “apresentar nossas propostas para Vitória da Conquista com mais eficiência”, colocando os “nossos apoiadores e nossas lideranças que estão com a gente para falar sobre elas e sobre o nosso plano de governo”.

“O povo já mostrou nas urnas que quer mudança, que não está satisfeito com o prefeito que briga com governador, que não sabe dialogar e deixou a cidade paralisada por quatro anos. Vamos intensificar essas críticas que temos ao governo atual e, respeitando as limitações impostas pela pandemia, ir ao encontro da população, visitar os bairros e os povoados e conhecer suas demandas”, destacou Raimundo.

O A TARDE entrou em contato com os candidatos em Feira de Santana mas até o fechamento desta reportagem não obteve resposta.

 

Fonte: Jornal A Tarde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here