‘Férias extras’ e ilimitadas são as novas tendências

Empresas estão oferecendo o benefício para atrair e reter talentos.

Pode sorrir. Eu sei que você — não importa a área, o cargo ou a empresa — ficaria feliz ao saber que teria direito às férias extras ou ilimitadas. A boa notícia é que há uma tendência crescente de companhias oferecendo esse benefício aos colaboradores.

Começou há alguns anos nos Estados Unidos. À época, empresas de tecnologia decidiram pagar férias extras com o objetivo de atrair e reter talentos. Agora, o sistema começa a se tornar realidade em terras brasileiras.

É o caso da SumUp, fintech de soluções financeiras para micro e pequenos negócios. Recentemente, a companhia divulgou o benefício de licença remunerada de 30 dias corridos, além das férias já previstas por lei.

FÉRIAS BRASIL

QUEM TEM DIREITO?

Antes de explicar como funcionam as férias extras e ilimitadas, é importante que você saiba quais são os direitos do trabalhador brasileiro. Por aqui, as férias são garantidas pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e pela Constituição Federal de 1988. Trata-se de um descanso ao empregado que trabalhou, ao menos, um ano.

FÉRIAS: QUANTOS DIAS?

“Até 2017, a CLT exigia que as férias fossem usufruídas num só período de 30 dias. A partir da entrada em vigor da Reforma Trabalhista (Lei 13.467/2017), desde que haja concordância do empregado, as férias podem ser fracionadas em até três períodos, desde que um deles não seja ser inferior a 14 dias corridos e os demais não sejam inferiores a cinco dias corridos cada um”, diz em nota o Tribunal Superior do Trabalho.

FÉRIAS: QUEM ESCOLHE A DATA?

A empresa tem o direito de definir o cronograma de férias do colaborador. No entanto, o funcionário pode escolher se gostaria ou não de dividir os dias de descanso.

FÉRIAS EXTRAS E ILIMITADAS

O horário flexível dentro das organizações nunca esteve tão em alta, mas a novidade da vez são as férias extras ou ilimitadas. Ou seja, o colaborador descansa por mais tempo e escolhe quando é o melhor período para isso.

FÉRIAS ILIMITADAS: QUAIS SÃO AS VANTAGENS?

Ok. Mas por que cada vez mais as empresas estão oferecendo o benefício? Bom, se analisarmos diversas pesquisas faz sentido. Uma delas — feita pelo International Workplace Group (IWG) — aponta que 83% dos profissionais entrevistados são mais produtivos em uma rotina flexível.

Isto é, quanto mais liberdade e desaceleração dos funcionários, maiores serão as chances de inovação e retenção de talentos. Além disso, não podemos deixar de fora o cuidado a mais que o funcionário terá com a saúde mental.

“Acreditamos que as férias extras contribuirão muito para a saúde mental e a qualidade de vida dos SumUppers”, diz em comunicado Naiana Buck, líder de people da SumUp para a América Latina.

FÉRIAS ILIMITADAS: QUAIS SÃO AS DESVANTAGENS?

O benefício, contudo, pode fazer com que os funcionários não saiam de férias. Como assim? Quando não se sabe qual é o limite de dias de descanso, muitos sentem receio de ausentar-se do escritório.

Pensamentos como: “será que vou ser mal visto se eu tirar 40 dias de férias corridos?” ou “eu não vou conseguir deixar tudo pronto para descansar” se tornam comuns e os assombram.

Por outro lado, existem os colaboradores que usam o benefício sem responsabilidade. Tiram férias num momento inapropriado e causam mal resultado dentro da companhia.

O conselho de Reed Hastings, presidente da Netflix — empresa que foi pioneira em oferecer férias ilimitadas — é “cada líder deve conversar com o com o time sobre os comportamentos que são mais apropriados”, escreveu ele em seu livro “A regra é não ter regras”.

QUAIS EMPRESAS OFERECEM O BENEFÍCIOS?

SumUp

No Brasil, a novidade fresquinha é a SumUp. A fintech passou a oferecer 30 dias corridos de férias adicionais. Veja, neste caso não são férias ilimitadas, e sim, uma espécie de férias extras.

O benefício surgiu para ajudar com a saúde mental e com a qualidade de vida dos SumUppers, como são chamadas as pessoas que trabalham na empresa.

Funciona assim: para usar o benefício, o colaborador deve ter, ao menos, 3 anos de empresa. Não é possível fracionar os dias, devem ser tirados de forma corrida e expira em 3 anos.

Todos os funcionários — das mais diversas áreas e nível hierárquico — têm direito. “Queremos proporcionar um ambiente cada vez mais saudável e inclusivo e, consequentemente, reter esses talentos”, afirma Naiana Buck, líder de people da SumUp para a América Latina.

É possível emendar as férias convencionais. Em outras palavras, ficar 2 meses longe do trabalho. “Pensamos no benefício para que as pessoas o utilizem da maneira que melhor funcionar para elas”, diz Naiana.

 

Netflix

A Netflix foi a pioneira em oferecer férias ilimitadas aos funcionários. Por lá, os funcionários podem tirar férias por quantos dias ou semanas quiserem.

Grupo Virgin

Em 2014, fundador do Grupo Virgin, anunciou em seu blog, que os funcionários do escritório dos Estados Unidos e do Reino Unido poderiam tirar folga quando e por quantos dias quiserem sem a necessidade de pedir permissão — desde que seja com responsabilidade.

General Electric (GE)

A multinacional criou a política de férias ilimitadas para alguns dos funcionários nos Estados Unidos. Contudo, o benefício é apenas para os cargos mais altos.

Fonte: Startse

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here