Fogo amigo contra Damares: blogueiro, Malafaia e uma acusação de caso extraconjugal

Em uma carta a líderes evangélicos, Oswaldo Eustáquio, blogueiro bolsonarista que está em prisão domiciliar, relata um suposto caso amoroso da ministra com o ex-assessor parlamentar da bancada evangélica, Humberto Lúcio Lima, que é casado. Conselheiro de Bolsonaro, Malafaia diz que, confirmado, o caso seria motivo de demissão de Damares.

Preso após tentar fugir do Brasil quando era investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito sobre os atos golpistas, o blogueiro Oswaldo Eustáquio disparou “fogo amigo” contra a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Em uma carta, Eustáquio conta uma “fake news ou meia verdade”, segundo a revista Veja, de um suposto caso amoroso da ministra com o ex-assessor de parlamentares da bancada evangélica Humberto Lúcio Lima, que é casado e, segundo o blogueiro, teria sido motivo de destruição da sua família.

Na carta, Eustáquio diz que a repercussão do caso amoroso de Damares resultou na demissão de uma filha do ex-assessor, de 20 anos, que ocupava um cargo no ministério de Damares.

Além dela, o advogado Paulo Fernando Melo também teria sido demitido. À Veja, Melo confirmou “essa questão particular íntima”, mas disse que saiu do ministério porque começou a prestar serviços como advogado eleitoral do PTB.

A divulgação do suposto caso repercutiu no meio evangélico. Conselheiro de Bolsonaro, Silas Malafaia disse que, confirmado, o caso seria motivo de demissão de Damares do governo.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here