França se antecipa: todos os atletas que forem competir no País têm de estar vacinados

Macron - Presidente da França

A batalha judicial envolvendo o tenista número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic, que resultou em sua deportação pela Austrália em função de sua recusa em se vacinar contra a Covid-19, levou o governo francês a anunciar que a apresentação do passaporte da vacina será exigido a atletas amadores e profissionais radicados na França e, também, para atletas estrangeiros que ingressarem no país para participarem de competições, como o Torneio das Seis Nações e o tradicional circuito de tênis de Roland Garros.

De acordo com o jornal Le Monde, a posição do governo francês “esclarece as declarações feitas na semana passada pela ministra do Esporte, Roxana Maracineanu, que deu a entender que a bolha de saúde em vigor durante o torneio de Roland-Garros permitiria receber atletas não vacinados do exterior, como Djokovic. Um atleta “que não for vacinado (…) poderá participar na competição porque o protocolo, a bolha de saúde destes grandes eventos desportivos, o permite” , explicou a ministra ao Franceinfo a 7 de janeiro.

Fonte Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here