Idosos acolhidos na Unidade de Reintegração retornam à instituição de longa permanência

Os 4 idosos que testaram negativo para coronavírus e foram acolhidos na Unidade de Reintegração, por equipes de saúde, puderam retornar, nesta quarta-feira (24), à instituição de longa permanência onde residiam. Eles haviam sido remanejados, no início do mês, para cumprir o isolamento social com segurança, após a confirmação de diagnóstico positivo da COVID-19 de moradores e colaboradores do lar com os quais conviviam diariamente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), que disponibilizou, durante o período, profissionais 24 horas, unidade equipada e instalações adequadas, para recebê-los, o intuito principal, com a transferência, foi preservar esses idosos e evitar riscos de exposição, diante da pandemia. Hoje, com a instituição de longa permanência completamente higienizada e após residentes e funcionários que testaram positivo para a doença terem apresentado recuperação constatada, ou seja, depois de verificado, por avaliação clínico-epidemiológica, que eles não apresentam riscos de contágio, equipes de saúde puderam garantir a volta, ao lar, dos idosos que haviam sido remanejados.

“É com imensa felicidade que a gente está vivendo o retorno desses idosos (…). Queremos agradecer à Secretaria de Saúde do município, à secretária Rosania Rabelo e a toda a equipe de enfrentamento à COVID-19, que não nos deixou em momento nenhum. Parabéns pela eficiência e resolutividade de todas as demandas apresentadas pelo lar”, destacou a assistente social da instituição, Neilma Arruda. Gedalva Santos Santiago, coordenadora do local, salientou que os residentes e colaboradores prepararam, nesta quarta-feira (24), uma pequena homenagem para receber os idosos que haviam sido transferidos. “É uma alegria muito grande. Estava faltando eles (…)”, ressaltou.

Os 4 idosos foram acolhidos, no lar, com mensagens de carinho. Para garantir a segurança, o transporte até a instituição foi realizado pelas equipes de saúde, com profissionais completamente paramentados, de acordo com os protocolos e medidas sanitárias estabelecidas.

A SESAU reforça que uma série de ações vêm sendo implementadas, desde março, junto às instituições de longa permanência, para o controle, a prevenção e a contenção de riscos, diante da emergência de saúde pública. Visitas permanecem suspensas, neste momento.

A Secretaria de Saúde do município comunicou ainda que disponibilizará, já nos próximos dias, uma Unidade de Acolhimento Provisório onde serão acolhidos, por uma equipe multidisciplinar, os pacientes que apresentarem diagnóstico positivo para a doença e não tiverem condições de cumprir o isolamento na residência. O intuito é que a unidade funcione com profissionais que acompanharão 24 horas essas pessoas, até a sua recuperação, evitando a propagação da COVID-19 e reduzindo os riscos de contágio.

Foto: SECOM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here