Joseildo critica proposta de privatização do serviço de água e saneamento em Mata de São João.

Após o projeto que pretende privatizar o sistema de abastecimento de água ser aprovado pela Câmara de Vereadores do município de Mata de São João, na região metropolitana de Salvador, o deputado estadual Joseildo Ramos (PT) saiu em defesa dos direitos da população da cidade. “É um ataque ao orgulho, ao interesse e ao desejo da população. Isso terá resposta porque o povo organizado não vai ficar humilhado, a reboque do interesse de um cidadão que age como xerife, que é o deputado federal que propôs isso junto com o prefeito”, afirmou.

Hoje a cidade é atendida pela Embasa e é responsável por abrigar o escritório regional da empresa, fazendo com que a medida acabe afetando outras localidades da região, como é o caso de Porto de Sauípe, distrito de Entre Rios, que conta com mais de 15 mil habitantes, e cujas associações comercial e de moradores, além da cooperativa de transportes, já se organizam em ato público contrário a medida que deve acontecer na próxima semana.

Para Joseildo, o processo de privatização em Mata de São João é “simbólico” e vai de encontro às ações capitaneadas pelo Governo do Estado de universalização do acesso à água na Bahia. “Estão acabando com a imagem e com o movimento produzido por uma empresa pública que, desde a época de Wagner, deu dignidade a 3,5 milhões de baianos. Estão dizendo a quem ainda não tem, que não vai mais ter. E a quem tem e não poderá pagar no futuro, que não vai ter mais”, explicou.

Ainda de acordo com o parlamentar, as comunidades pobres, que não ensejam lucro para a empresa privada que venha a assumir o serviço, serão as mais prejudicadas caso a medida seja sancionada pelo prefeito. “A população vai ter taxas mais altas a pagar por esses serviços e quem não tem acesso à água tratada, coleta e esgoto, dificilmente vai ter conseguir ter, porque quem é pobre não vai poder pagar aquilo que virá da transformação da água em mercadoria”, enfatizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here