Mais uma bola fora de Bolsonaro: Investidores preveem queda forte da Petrobras e alta acentuada do dólar nesta segunda-feira.

Presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco (Foto: Reprodução)

Moeda americana se aproximaria de R$ 5,50, enquanto a ação da estatal cairia pelo menos 4%, segundo pesquisa feita pela XP feita após a demissão de Roberto Castello Branco.

Sondagem realizada pela XP Investimentos neste domingo (21) com 200 investidores institucionais, entre  gestores, economistas e consultores, aponta que a expectativa do mercado é de uma forte queda do Ibovespa, de cerca de 4%, e de uma alta do dólar e dos principais contratos dos juros futuros em meio aos acontecimentos desde o fechamento da sessão da última sexta-feira (19).

A expectativa, levando em conta o centro dos intervalos, é de uma queda de 2% do real frente o dólar, cerca de 10 centavos, atingindo R$ 5,48, e uma baixa ao redor de cerca de 4% do Ibovespa na próxima sessão.

Após a indicação do governo do general Joaquim Silva e Luna para presidência da Petrobras, em substituição a Roberto Castello Branco, a percepção de risco para as ações da Petrobras (PETR3;PETR4), que já estava alta por conta das críticas de Jair Bolsonaro ao reajuste de combustíveis e ao CEO da estatal, aumentou ainda mais, levando os ADRs (recibos de ações, na prática, os papéis negociados nos EUA) a caírem mais de 9% no after market na sexta após terem registrado uma queda de mais de 7% no pregão regular. O EWZ, principal ETF brasileiro negociado no mercado americano, que replica o índice MSCI Brazil, caiu 3,64% no after market.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here