Marketing digital pode triplicar lucro de empresas; saiba como aplicar

Entenda como a exposição digital e o uso de ferramentas de marketing podem ajudar as pequenas empresas a terem melhores resultados financeiros

marketing digital se resume ao uso de um conjunto de serviços e ferramentas advindas das mídias digitais como Facebook, Instagram, Youtube, Google, e-mail, entre outros.

Um cenário cada vez mais digital, ele surge como uma estratégia para empresas que se preocupam em não apenas manter uma presença online, mas utilizar os meios digitais e os recursos e dados obtidos pelas redes sociais para gerar novos critérios de análise de seu público, criando campanhas, promoções e comunicação que conversem diretamente com quem está do outro lado da tela.

Basta uma pesquisa na internet para entender o impacto de uma boa estratégia de marketing digital nas empresas. Um relatório da ONU mostra que mais da metade da população mundial já tem acesso à internet. No Brasil, esse número é ainda maior: 82% dos lares brasileiros já estão conectados à rede, segundo o IBGE. Ou seja, o mundo está cada vez mais conectado, e a audiência se torna mais exigente diante de tantas mudanças. Acompanhar esse ritmo também exige uma flexibilidade por parte das empresas e, é claro, de recursos para isso.

Fora isso, há ainda o benefício competitivo frente à concorrência. Empresas digitalmente maduras com uma presença sólida no ambiente online podem triplicar o EBITDA (lucro antes de juros, depreciações e impostos) frente aos demais concorrentes, segundo uma pesquisa da consultoria McKinsey.

Alguns outros dados também evidenciam a importância do marketing digital para empresas. Os canais tradicionais de comunicação perdem a efetividade à medida que a internet leva boa parte das atenções. Nesse cenário, empresas que lançam mão de tendências que considerem a transição serão mais bem-sucedidas.

A palavra de ordem é fidelização. Com ações mais assertivas, as empresas atingem seu público mais facilmente. Sendo assim, o principal benefício do marketing digital nos resultados financeiros das empresas está na inteligência dos negócios, gerando mais receitas, mês após mês.

Quanto custa o marketing digital para pequenas empresas

Os custos do marketing digital e das ferramentas pagas estão geralmente associados à contratação de agência de marketing ou de propagandas impulsionadas e pagas na internet. Alguns exemplos são os anúncios patrocinados em redes como Facebook, Instagram, YouTube e Google.

Os valores variam de acordo com  o alcance esperado e a quantidade de cliques que a empresa espera obter com o investimento. Geralmente, os valores partem de R$20.

Já algumas empresas que trabalham com ferramentas e softwares de marketing digital para pequenas empresas, como a RD Station, têm planos a partir de R$19 mensais.

Esses custos, em grande escala, podem muitas vezes afastar os empreendedores e proprietários de pequenas e médias empresas com caixas reduzidos para novos investimentos.

Segundo Ivan Tonet, analista de competitividade do Sebrae, uma alternativa para a redução dessas despesas está na criação de conteúdo próprio, dispensando a contratação de terceiros. “É possível lançar mão de ações que não onerem o caixa da empresa, como parcerias com influenciadores ou vídeos e outros conteúdos produzidos pela própria equipe e que cada vez mais têm sido bem recebidos pelos consumidores”, diz.

“No caso da publicidade paga, muitas vezes necessária também, é possível estimar os resultados desejados e, com isso, dimensionar o investimento necessário para atingi-los, organizando assim o fluxo de caixa do negócio”.

Todo esse investimento deve estar descrito e detalhado no plano de marketing da empresa, que também prevê o orçamento para cada ação.

Fonte: Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here