Ministério da Saúde ficou sem internet e sem telefones fixos na quinta-feira.

Fachada do Ministério da Saúde, na Esplanada dos Ministérios — Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Páginas do governo federal e do Judiciário também registraram incidente semelhante. Secretaria de Economia anunciou que servidores foram desativados ‘para garantir a segurança e integridade dos dados’.

A Secretaria e Economia do Distrito Federal informou, nesta quinta-feira (5), que identificou uma tentativa de ataque hacker aos sistemas do Governo do Distrito Federal, o GDFNet. A pasta afirma que “para garantir a segurança e integridade dos dados, tirou todos os servidores do ar”. A Polícia Civil investiga.

A intervenção foi registrada na mesma semana em que páginas do governo federal e do Judiciário também confirmaram incidentes semelhantes. Entre os sistemas atacados estão os do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Ao confirmar o problema, a Secretaria de Economia afirmou que a Subsecretaria de Tecnologia (Sutic) da pasta “já estava em alerta para possíveis tentativas e já trabalha para resolver o problema”.

Secretaria de Economia do DF comunica tentativa de ataque hacker — Foto: Divulgação/GDF

Investigação – A Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), da Polícia Civil, informou que está apurando o caso. Peritos foram encaminhados à Secretaria de Economia do DF, onde fica o controle do sistema.

De acordo com o delegado responsável, Giancarlo Zuliani, o caso é considerado “complexo”, e será aberto inquérito sobre o tema.

Outros casos – Na manhã desta quinta, o sistema de comunicação do Ministério da Saúde ficou fora do ar. O órgão estava sem internet, telefone fixo e emails corporativos.

No final da tarde, a pasta comunicou que “identificou a existência de vírus em algumas estações de trabalho” e, “por motivos de segurança, o DataSUS bloqueou o acesso à internet, bem como às redes e aos sistemas de telefone, evitando, assim, a propagação entre os computadores da pasta”.

O ministério afirmou que “não há indícios de que o vírus seja uma tentativa de invasão, pois não houve danos à integridade dos dados”.

Ainda de acordo com a pasta, “no momento, os sistemas do MS estão em funcionamento, porém alguns deles enfrentam lentidão em função das medidas de segurança adotadas”. O DataSUS investiga a origem do problema.

Judiciário – Na terça (3), o sistema de informática do STJ foi alvo de um ataque cibernético. A corte acionou a Polícia Federal para investigar o caso.

Todas as sessões de julgamentos o tribunal foram suspensas temporariamente. Em nota, o presidente do STJ, ministro Humberto Martins, informou que a medida vale “até que a área técnica consiga restabelecer a segurança no sistema”.

O magistrado disse ainda que, por “precaução”, os prazos de processos foram adiados até a próxima segunda (9). Pedidos urgentes, como habeas corpus, serão julgados exclusivamente pela presidência da Corte também até segunda.

Fonte: G1 – Distrito Federal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here