Mortes de idosos em SP despencam 90% em abril com a Coronavac, atacada por Guedes

Vacina CoronaVac - Foto: Reprodução

O sucesso da vacinação de idosos contra a Covid-19 em São Paulo é um sucesso estrondoso: o número de idosos que morreram por causa de complicações da infecção pelo novo coronavírus despencou 90% no mês de abril em comparação com o mês de março deste ano, de acordo com números oficiais da prefeitura de São Paulo.

Os números foram divulgados um dia depois de o ministro da Economia, Paulo Guedes, insultar a China nesta terça-feira (27) ao afirmar que o “chinês inventou o vírus”, e que “a vacina deles [a Coronavac] é menos efetiva que a dos americanos”. Segundo os dados obtidos pelo Uol, foram 333 idosos mortos por Covid-19 em São Paulo em até 27 de abril, contra 3.437 em março -queda de 90%.

Quase todos os idosos foram vacinados com a Coronavac, alvo do ataque de Guedes. Na resposta ao insulto o ministro de Bolsonaro.

O embaixador da China em Brasília, Yang Wanming, registrou que “a China é o principal fornecedor das vacinas e os insumos ao Brasil, que respondem por 95% do total recebido pelo Brasil e são suficientes para cobrir 60% dos grupos prioritários na fase emergencial. A CoronaVac representa 84% das vacinas aplicadas no Brasil”.

Os números sobre a queda do número de pessoas mortas na cidade de São Paulo foram separados por idosos de 60 a 69 anos, 70 a 79 anos, 80 a 89 anos e 90 ou mais. Em todas as faixas etárias houve uma queda brusca no número de mortes por Covid-19.

Como os dados de abril ainda não estão fechados, pode haver aumento no número de notificações de óbitos até o final do mês.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here