MPF vai apurar racismo estrutural na segurança privada do RJ

Loja do Carrefour em Porto Alegre - RS

Após o homicídio de João Alberto Silveira Freitas, no supermercado Carrefour, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o MPF (Ministério Público Federal) instaurou um inquérito civil para apurar as medidas adotadas pela Polícia Federal e por supermercados, shopping centers e bancos no enfrentamento do racismo estrutural nesses estabelecimentos no Rio.

De acordo com procurador da República Sérgio Suiama, a investigação foi aberta após a constatação de que episódios de violência relacionados à discriminação racial não são fatos isolados.

 

Fonte: R7 Record TV

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here