Nova parcela do vale-alimentação estudantil será paga no dia 15 de julho

Os estudantes matriculados na rede estadual de ensino irão receber mais uma parcela do vale-alimentação estudantil no dia 15 de julho. O pagamento do auxílio, no valor de R$ 55 por estudante, foi confirmado pelo governador Rui Costa, na noite desta terça-feira (6), durante o Papo Correria. Com este novo crédito totalizam-se R$ 316 milhões já investidos pelo Estado, com recursos próprios, no programa.
Também foi confirmado que o terceiro crédito do Programa Bolsa Presença será efetivado no próximo sábado (10). Com o benefício, cada família recebe, mensalmente, um crédito de R$ 150, totalizando mais de R$ 200 milhões em investimentos.
“Somando os dois benefícios, são mais de R$ 500 milhões investidos pela Bahia, com recursos próprios, para colocar comida na mesa das pessoas. Isso significa apoio a quem mais precisa. Estamos indo no limite das possibilidades financeiras do Estado para dar esse apoio para a educação de nossos estudantes. Além desses dois, temos o programa Mais Estudo, que concede bolsas de R$ 100 para 52 mil estudantes, que dão monitoria em Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica aos colegas. Vamos continuar fazendo cada vez mais”, afirmou o governador.
O vale-alimentação é usado exclusivamente para a compra de alimentos, como feijão, arroz, marcarão, ovos, carne e leite, sendo de livre escolha do estudante. Os alimentos podem ser comprados com o cartão Alelo em mais de 20 mil estabelecimentos credenciados nos 417 municípios baianos, além de distritos e povoados, movimentando também a economia do estado. Em caso de dúvida sobre o vale-alimentação, o estudante deve entrar em contato com a escola onde está matriculado ou pelos canais da Ouvidoria (0800 284 0011 e e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov).
Saúde
Durante o Papo Correria, Rui ainda assinou a ordem de serviço para a reforma e modernização do Hospital Especializado Octávio Mangabeira, no valor de mais de R$ 30 milhões. As obras terão início no dia 12 de julho e estão previstas para serem concluídas em dez meses. Serão realizadas intervenções em toda a unidade, incluindo a substituição de toda a rede elétrica e hidráulica, novas UTIs e um novo centro cirúrgico. A unidade terá 168 leitos, sendo 39 de UTI adulto e pediátrica, além de enfermarias dedicadas a pacientes de cirurgia torácica, cirurgia de cabeça e pescoço e oncologia.
Durante as obras, o ambulatório de pneumologia permanecerá funcionando e atendendo cerca de 4 mil pessoas por mês. Também permanecem abertos o serviço de bioimagem e o laboratório especializado, que faz análises diferenciadas, como o teste do suor. Já os serviços de infectologia clínica, vascular e cirurgia torácica serão incorporados por outras unidades da rede estadual na capital baiana, garantindo o acesso e assistência aos pacientes.
 
Volta às aulas

O governador também falou sobre a possibilidade do retorno às atividades escolares de forma semipresencial. “Temos registrado uma queda expressiva no número de internados e de novos casos de Covid-19 no estado. Se esses números continuarem caindo, nós vamos retornar as aulas agora no meio de julho num modelo híbrido, com as turmas alternando dia sim, dia não. Aproveito a oportunidade, faço um apelo também para os municípios começarem a se preparar para o retorno às aulas”.

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here