O coronavírus chega à Cidade de Araçás. Dois casos confirmados

O diretor de comunicação do SINDIPETRO, Radiovaldo Costa, veio a público informar que foram confirmados dois casos positivos de coronavírus na unidade de Araçás – Bahia. São dois homens, funcionários próprios da Petrobrás – um trabalha na operação e o outro na fiscalização – que foram afastados e estão em isolamento em suas residências.

O SINDIPETRO já vinha denunciando que as medidas preventivas vinham sendo minimizadas em muitas unidades do Sistema Petrobras, tais como aglomeração nos refeitórios e nos locais onde ficam instalados os relógios de ponto.No momento que se confirmam dois casos, o sindicato reforça a necessidade medidas simples como o distanciamento entre as pessoas nas áreas de trabalho e no transporte, o uso de máscara, álcool gel e o acesso fácil à sabonetes e toalhas de papel.

Em Araçás, mesmo após a confirmação do coronavírus nos dois funcionários, a empresa não adotou nenhuma medida para tranquilizar os trabalhadores. Não houve sequer higienização mais rigorosa dos locais onde esses dois funcionários trabalhavam, já que há indícios de que um trabalhador tenha sido contaminado a partir do outro e isso pode ensejar mais contaminações. O Sindipetro quer que a empresa teste todos os trabalhadores que tiveram contato, nos últimos dias, com os dois funcionários que contraíram o covid-19 para identificar aqueles que foram contaminados e para sejam afastados de imediato.

Nos últimos dias, muitos trabalhadores próprios e terceirizados trabalharam com os dois funcionários que testaram positivo e que também circulavam por várias instalações de Araçás, o que pode ter feito com que o vírus se propagasse em vários locais da unidade, inclusive nos ônibus.

Para Radiovaldo, essa ocorrência em Araçás preocupa não só os que estão lotados nessa unidade da Petrobras, mas também aqueles de outras unidades e ainda a seus familiares. “Estamos vivendo um momento critico em que a curva de contaminação do vírus está se acentuando, como já alertaram médicos e cientistas, e isso pode ser refletido no Sistema Petrobras”.

 

Fonte – Sindipetro Bahia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here