O debate promovido pela 93FM foi elogiado por todos. Veja os destaques

O debate realizado neste domingo (08) pela emissora de rádio 93FM na Câmara de Vereadores de Alagoinhas, também retransmitido pela 95FM, foi elogiado por todos pela receptividade, pelo ambiente cordial e pela organização.
Ausência de Paulo Cezar
Como esperado, o candidato do DEM, Paulo Cezar, não compareceu, num claro desrespeito à população de Alagoinhas. Mas é compreensível, afinal, nas poucas vezes que participou de algum evento semelhante, o candidato se saiu muito mal, demonstrando despreparo incompatível com um postulante ao cargo de prefeito, agravado pelo fato de já ter ocupado a cadeira por dois mandatos.
Radiovaldo Costa

O “vencedor” do debate, como de todos os outros, foi o candidato a prefeito pelo PT, Radiovaldo Costa. Com um excelente domínio do tempo para exposição de suas propostas, falou sobre o Pra Gente – Programa de Renda de Alagoinhas, que beneficiará 3.000 famílias de baixa renda com um auxílio de R$ 200 por mês, durante um ano, no período pós-pandemia. “O pós-pandemia será um momento de muita dificuldade para o governo e para a economia de modo geral. O município deverá adotar ações para minimizar a crise. Por isso, nós estamos apresentando um programa de renda mínima, que identificará, de forma criteriosa, três mil famílias que possam ser contempladas com essa renda mínima de R$200 ao longo de um ano. Já fizemos o estudo do orçamento municipal e identificamos que é possível encontrar R$ 7,2 milhões no orçamento para fazer a distribuição desse recurso para essas famílias mais desfavorecidas. Esse recurso será retirado da eliminação de cargos comissionados”, afirmou o candidato ao explicar sua proposta e a fonte de recursos.

Radiovaldo também foi enfático na questão da geração de emprego e renda: “A prefeitura precisa aumentar sua capacidade de investimento, gerando emprego como consequência. Afora isso, procuraremos as indústrias estabelecidas e a se estabelecer na cidade, a fim de identificar quais as exigências para a ocupação dos cargos e, assim, possamos promover a  qualificação dos trabalhadores e trabalhadoras da nossa cidade, garantindo o seu aproveitamento”, continuou o candidato.
O candidato da Coligação “Juntos, vamos fazer diferente”, também considerou a economia solidária como uma importante alternativa para geração de renda, seja na área urbana ou rural.  Criação de cooperativas, investimento na Central de Abastecimento, investimento na agricultura familiar, foram tópicos mencionados por Radiovaldo.
Joaquim Neto
O atual prefeito Joaquim Neto se saiu bem, apesar de ter ficado na berlinda, sendo bombardeado com críticas provindas de todos os outros convidados. Algumas críticas falaciosas, outras absolutamente distantes da realidade, alternando-se com pontuações relevantes e factuais mas que não intimidaram o candidato à reeleição.
Desempenhos fracos
Alguns candidatos deixaram claro que não tem a menor ideia sobre o exercício do cargo que postulam, ocupando seu tempo em relatar suas dificuldades existenciais e fazendo críticas absolutamente improcedentes.
Aguardemos o próximo debate, promovido pela emissora 95FM, que ocorrerá, segundo informação não oficial, na próxima quarta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here