O deputado pedetista Túlio Gadêlha pede para Ciro parar de atacar Lula

O deputado pedetista Túlio Gadêlha discorda da estratégia de Ciro Gomes, pré-candidato do PDT a presidente da República de atacar o ex-presidente Lula. Gadêlha também é crítico à falta de democracia interna no partido.

“Ciro tem que criticar Bolsonaro e parar de atacar Lula. Ciro não vai conquistar os votos de [eleitores de] Bolsonaro”, afirma o parlamentar em entrevista à Folha de S.Paulo, nesta sexta-feira (28). 

Ciro Gomes está em posição sofrível nas pesquisas eleitorais. Ele tem apenas  6% de intenções de voto no primeiro turno na mais sondagem do Datafolha, bem atrás de Lula, com 41%. 

Perguntado pela Folha como vê a movimentação de Ciro e do PDT para 2022, o deputado foi enfático: “Não tenho achado que seja uma estratégia interessante os ataques ao Lula. No momento em que mais o país precisa de estadistas para vencer esta crise, vemos as nossas maiores referências entrarem em conflito. Isso tem me preocupado e me afastado desses projetos. Até o [Leonel] Brizola, para usar uma referência do PDT, dizia que o campo progressista dividido é escada para a direita conservadora subir. E é isso que está acontecendo”.

Gadêlha põe em dúvida se o PDT deve ter candidatura própria na eleição presidencial de 2022. 

Fonte: Brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here