Oito planos de saúde tiveram comercialização suspensa

Planos de saúde. Foto reprodução

Medida é resultado de monitoramento que avalia as operadoras a partir de reclamações.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou nesta terça, 15, a suspensão temporária de oito planos de saúde, pertencentes a cinco operadoras, por causa de reclamações de consumidores registradas no primeiro trimestre deste ano. A proibição da venda começa a valer no dia 18.

Veja abaixo a lista de planos suspensos:

REGISTRO NA ANS RAZÃO SOCIAL NOME COMERCIAL
317896 UNIMED VERTENTE DO CAPARAÓ – COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA. NACIONAL ADESÃO POS – ENF
324213 UNIMED NORTE/NORDESTE – FEDERAÇÃO INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO EMPRESARIAL PP ESPECIAL
324213 UNIMED NORTE/NORDESTE – FEDERAÇÃO INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO INDIVIDUAL/FAMILIAR REFERÊNCIA – NAC
324213 UNIMED NORTE/NORDESTE – FEDERAÇÃO INTERFEDERATIVA DAS SOCIEDADES COOPERATIVAS DE TRABALHO MÉDICO COLETIVO POR ADESÃO ENFERMARIA
343731 UNIMED-SÃO GONÇALO – NITERÓI – SOC. COOP. SERV. MÉD. E HOSP. LTDA. Unimed Essencial Coparticipativo 30% Executivo (FRG)
343731 UNIMED-SÃO GONÇALO – NITERÓI – SOC. COOP. SERV. MÉD. E HOSP. LTDA. UNIMED PREMIUM I E
402478 ORALCLASS ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA LTDA. COL. EMP. SALVADOR ENF
415111 BIOVIDA SAÚDE LTDA. BV-SÊNIOR/ENF/SP

 

A medida faz parte do Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha regularmente o desempenho do setor com o intuito de proteger os usuários do sistema. Para embasar a ação, a ANS analisou 20.468 reclamações no período.

Ao todo, 35.080 beneficiários ficam protegidos com a medida, já que esses planos só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes se as operadoras apresentarem melhora no resultado no monitoramento.

Planos de saúde que voltaram a ser comercializados – Além das suspensões, a ANS também divulga a lista de planos que poderão voltar a ser comercializados. Nesse ciclo, seis planos de quatro operadoras terão a venda liberada a partir do programa de monitoramento da agência.

 

Fonte: Revista Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here