Olhos X Cosméticos

O Brasil, desde 2006, ocupa a terceira posição entre os maiores mercados de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosmético do mundo, segundo dados do Euromonitor, empresa de pesquisa de mercado.

Queiroz orienta que os olhos não devem ser coçados, pois a córnea por ser uma estrutura bastante delicada pode sofrer deformações na superfície corneana, causando o astigmatismo. O correto a fazer, completa o especialista, é lavar os olhos imediatamente e procurar um oftalmologista caso o desconforto não desapareça. A insistência no uso do produto que causou a coceira é a alergia crônica. Para manter a saúde dos olhos, é recomendado a remoção cuidadosa da maquiagem toda noite. Independente do produto utilizado para remoção, os movimentos devem ser feitos em direção ao nariz. Fazendo dessa forma, impede o desprendimento da pálpebra inferior do globo ocular e a entrada de impurezas  nos olhos. Para evitar o “olho seco” é importante evitar o excesso de gel ou cremes na área dos olhos, pois muitos produtos contêm substâncias que aumentam a evaporação da lágrima. Cuidado especial para mulheres na pós-menopausa, pois existe uma redução natural da produção lacrimal.  Mulheres com pele oleosa devem intensificar a higiene na borda das pálpebras, pois as glândulas sebáceas podem obstruir  e causar inflamações palpebrais, ou originar escamações e secreções secas que afetam a córnea. Leôncio Queiroz informa que a higiene pode ser feita com “cotonete embebido em produto adequado ou lenços umedecidos e esterilizados indicados para a higienização dos olhos em pós-operatórios”. Ele completa que o “permanente de cílios, pode causar úlcera na córnea se o produto atingir a vista” e que já atendeu vários clientes com “inflamações graves causadas por maquiagem definitiva”.

Lentes cosméticas

Outro item que completa o embelezamento dos olhos são as lentes cosméticas. O uso “inadequado pode levar a contaminação das córneas”, afirma Leôncio Queiroz.   Para o uso das lentes cosméticas, o oftalmologista recomenda: lavar cuidadosamente as mãos antes de manipular as lentes, utilizar soluções multiuso tanto na limpeza quanto no enxágüe das lentes e estojo, friccionar as lentes para eliminar completamente os depósitos, não usar  soro fisiológico ou água na higienização, retirar as lentes quando usar spray no cabelo, colocar as lentes sempre antes da maquiagem, trocar o estojo a cada quatro meses, respeitar o prazo de validade das lentes, jamais dormir com lentes, mesmo as liberadas para uso noturno, interromper o uso a qualquer desconforto ocular e procurar o oftalmologista, retirar as lentes durante viagens aéreas por mais de três horas e não entrar no mar ou piscina usando lentes. É importante conferir o prazo de validade da maquiagem, dos cremes e das lentes, evitar o compartilhamento dos produtos e o contato do conteúdo – maquiagem e cremes – com a pele para não haver contaminação  dos produtos por bactérias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here