Ônibus elétricos começam a ser testados nas ruas de Salvador

Foto: Olga Leiria - Ag. A Tarde

Os ônibus elétricos de Salvador entraram em fase de testes nas ruas na capital baiana nesta terça-feira, 14. Segundo a Prefeitura, os veículos vão circular pelos próximos 30 dias nas linhas 0805 – Lapa x Pituba e a 1347 – Estação Pirajá x Pituba, com o mesmo itinerário dos ônibus convencionais.

De acordo com a Prefeitura de Salvador, as linhas serão as primeiras de um total de sete que irão operar com os ônibus durante este mês de setembro e início de outubro.

Os ônibus elétricos serão testados também nas linhas 1143 – Acesso Norte x Barroquinha, 1144 – Acesso Norte x Comércio, 1341 – Estação Pirajá x Barra 2, 1388 – Estação Pirajá x Barra 3 e 1007 – Jardim das Margaridas x Lapa. Durante a operação, não haverá nenhuma alteração no valor das passagens e também será possível integrar com outros modais.

Cada veículo deverá rodar em uma linha diferente a cada semana. A intenção é testá-los em diferentes situações para avaliar questões como desempenho diante dos desafios da cidade, como topografia, demanda de usuários, distâncias e dinâmica do trânsito.

Caso os resultados dos testes se mostrem positivos, o objetivo da Prefeitura é que estes ônibus possam ser utilizados na operação do BRT, com previsão de início a partir do primeiro trimestre de 2022. A iniciativa tem como objetivo reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera, uma vez que o setor de transporte é responsável por 65% de todas as emissões em Salvador.

De acordo com a BYD, empresa especializada em energia limpa, cada ônibus elétrico rodando em média 6 mil km por mês, deixa de emitir 125 toneladas de gás carbônico (CO2) por ano, o que corresponde ao plantio de 897 árvores no período.

Além disso, a administração municipal ressalta que os ônibus elétricos também são muito mais silenciosos, e permitem uma maior economia com abastecimento, uma vez que um dos principais fatores que oneram o sistema ainda é o valor do ICMS sobre o óleo diesel. Há ainda outros itens como menor custo de manutenção e maior durabilidade do veículo. Os veículos que serão testados em Salvador levam entre 4h e 5h para atingir a carga completa, o que dá a eles uma autonomia de até 250 km.

 

Fonte: Jornal A Tarde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here