Oposição pede ao Ministério Público Militar investigação da militância política de comandante da Aeronáutica

Tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior - Foto reprodução

O comandante da Força Aérea, tenente-brigadeiro Carlos Baptista Junior, teria ameaçado as instituições republicanas.

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) protocolou representação no Ministério Público Militar para denunciar a postura pública do comandante da Aeronáutica, Carlos Almeida Baptista Junior.

As falas e comportamento nas redes sociais do comandante da Força Aérea transgridem a disciplina militar por conter militância política e ameaça a membros de outros Poderes, opina o deputado.

Em entrevista à imprensa, o militar afirmou que as Forças Armadas têm “base legal” para agir, o que foi considerado uma ameaça às instituições.

O tenente-brigadeiro Carlos Baptista Junior é ativo nas redes sociais, onde costuma se posicionar em apoio a Bolsonaro por meio de comentários e curtidas.

O deputado Ivan Valente Valente pede a instauração de procedimento para investigar a conduta do comandante da Aeronáutica, informa o Painel da Folha de S. Paulo.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here