Petrobras estima 3,8 mil adesões a programas de desligamento de empregados

A petroleira estatal espera poupar R$ 7,6 bilhões até 2025 em custos com pessoal.

Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 08, dois programas de incentivos a desligamento de funcionários. A companhia estima adesão de 3.800 empregados, com redução de custos de 7,6 bilhões de reais até 2025.

A estatal criou um Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI), voltado aos funcionários aposentáveis com vigência até 31 de dezembro de 2023.

O Conselho de Administração também aprovou ajustes para estímulos nas adesões aos três Programas de Desligamentos Voluntários (PDVs) da companhia.

“Os programas são importantes ferramentas de gestão de efetivo na companhia, sendo mais uma medida com foco na redução de custos, a fim de reforçar a resiliência dos negócios”, disse a petroleira no comunicado.

A Petrobras fará uma provisão de 1,29 bilhão de reais nas demonstrações financeiras do segundo trimestre deste ano, referente ao público já desligado e inscrito. “O provisionamento das novas adesões ocorrerá conforme as inscrições forem efetivadas”, destacou.

A petroleira vem anunciando medidas para fazer frente ao cenário de queda abrupta dos preços do petróleo, em meio à redução da demanda global ocasionada pelo novo coronavírus.

Os maiores produtores do mundo, Rússia e Arábia Saudita, ainda não conseguiram chegar a um acordo sobre cortes de oferta para equilibrar as cotações, o que piora a situação da Petrobras e suas concorrentes.

 

Fonte: Revista Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here