Prazo para exigir auxílio de R$ 300 termina na segunda

Auxílio emergencial - O lote contempla um público de 122 mil novos beneficiários.

Período para fazer o pedido foi aberto nesse último sábado (24/10) e deve ser realizado no site da Dataprev.

Beneficiários que tiveram o auxílio emergencial extensão de R$ 300 negado pelo governo federal poderão entrar com o pedido de contestação até a próxima segunda-feira (2/11). O prazo foi aberto nesse último sábado (24/10).

A solicitação deve ser feita por meio do site da Dataprev pelo próprio beneficiário. Cerca de 5,7 milhões de brasileiros que recebem, ou receberam, o auxílio emergencial de R$ 600 não vão ganhar o benefício residual de R$ 300.

Neste primeiro momento, o pedido está disponível aos trabalhadores em geral e aqueles inscritos no Cadastro Único (CadÚnico). Para o público do Bolsa Família, as regras ainda serão divulgadas.

O governo reavalia, mensalmente, os critérios de emprego formal, recebimento de benefícios assistenciais ou previdenciários e falecimento do beneficiário. Caso seja identificada uma irregularidade, o benefício é cancelado.

Em nota, o Ministério da Cidadania explicou que, para realizar o pedido de contestação do auxílio extensão negado, não é necessário se dirigir a nenhuma agência da Caixa, lotérica ou posto de atendimento do Cadastro Único.

“As solicitações, feitas exclusivamente pelo site, serão acatadas desde que o motivo do cancelamento permita sua contestação e que os trabalhadores cumpram todos os requisitos para recebimento do auxílio”, prosseguiu a pasta.

Após a reanálise dos dados, caso a contestação seja aprovada, a extensão do auxílio emergencial será concedida no mês subsequente ao pedido, sendo também paga de forma retroativa a parcela que foi cancelada.

 

Fonte: Jornal Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here