Prefeitura entrega reforma e ampliação da Central de Endemias

Foto: Divulgação

A Central de Endemias de Alagoinhas agora conta com uma nova estrutura, ampla e moderna. Esse é o resultado das obras de readequação entregues nessa quarta-feira (11), pelas quais o prédio passou para proporcionar condições dignas de trabalho aos Agentes de Combate a Endemias (ACE), do município. Juntamente com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), estes profissionais são de extrema importância para o combate e controle de uma série de arboviroses, entre elas a dengue e a febre amarela.

Respeitando os protocolos sanitários de prevenção à COVID- 19, a inauguração contou com a participação da secretária municipal de Saúde (SESAU), Rosania Rabelo e agentes, que puderam contemplar as mudanças pelas quais o setor passou. A solenidade foi prestigiada pela Vice-prefeita de Alagoinhas, Iraci Gama, que parabenizou a SESAU pelo resultado e comemorou mais uma conquista para os servidores.

Secretária municipal de Saúde (SESAU), Rosania Rabelo e a Vice-prefeita de Alagoinhas, Iraci Gama.  Foto: Divulgação

Com investimento de R$150 mil, originados de recursos próprios, a reforma e ampliação do prédio cumprem com o compromisso firmado com os agentes, após a entrega de outra importante mudança estrutural realizada pela gestão, que foi a reforma completa da sede da Vigilância em Saúde, em 2018. Preservando as características originais – o prédio é parte do patrimônio histórico da cidade – a Central de Endemias, ganhou salas de reunião, banheiros acessíveis, climatização, pintura externa e interna, reestruturação da parte elétrica e outros espaços de convívio.

“O que mudou aqui não foi somente o prédio”, disse a secretária Rosania Rabelo. “Hoje entregamos mais uma etapa de reestruturação do complexo da Vigilância em Saúde do município. As reformas feitas representam a valorização dos nossos servidores, a mudança de visão e o compromisso de fazer uma gestão pautada na priorização da qualidade do ambiente de trabalho, na dignidade e bem-estar de todos que se dedicam, diariamente, para oferecer o melhor atendimento possível para a população. A próxima fase será reforma do outro prédio anexo para dar suporte ao trabalho do CEREST, que é voltado à Saúde do Trabalhador”, afirmou.

“Nós vivíamos em ambiente insalubre, sem ventilação, com teto caindo, convivendo com muito mofo, mas agora, graças à sensibilidade da gestão, por meio da secretária Rosania, em nome de toda a equipe, posso dizer que estamos no paraíso”, comemorou a coordenadora de Endemias, Telma Pio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here