Prefeitura lança 1ª etapa do Programa de Informatização da Saúde

A Prefeitura de Alagoinhas iniciou, nesta segunda-feira (16), a 1ª etapa do Programa de Informatização da Saúde – mais um avanço do município, que se prepara agora para incorporar novas tecnologias ao processo de trabalho da rede.

Nesta fase, foram entregues 497 tablets que serão distribuídos entre agentes de saúde, agentes de combate a endemias e técnicos da Vigilância, e o intuito é que o escopo inicial facilite os processos de trabalho, garantindo eficiência à Atenção Primária, agilidade e avanços para o cuidado aos pacientes de Alagoinhas. A partir desta semana, os agentes deixam de realizar o controle manual de visitas e contam com o apoio da ferramenta para armazenamento de dados e para a identificação rápida de pessoas e famílias expostas a situações de risco.

De acordo com a secretária de saúde, Rosania Rabelo, com o uso desses equipamentos e de sistemas interligados, será possível trazer celeridade e eficiência ao trabalho dos agentes no município. “As tecnologias em saúde têm revolucionado rotinas de trabalho e a forma de relacionamento entre pacientes e profissionais da área. Em Alagoinhas, não vai ser diferente. O agente é o elo entre a população e as unidades de saúde, e a chegada dessa ferramenta é mais uma forma de avançar no cuidado a nossos munícipes”, afirmou a gestora da pasta.

Segundo a diretora da Atenção Básica, Eliana Ferreira, todos os dados cadastrais dos agentes de saúde foram importados automaticamente para o sistema digital e serão migrados, até abril, para o sistema do Ministério da Saúde. Os agentes, coordenadores de unidades, supervisores de campo, gestores, profissionais de tecnologia e equipes de apoio passarão, a partir desta terça-feira (17), por uma capacitação para uso da plataforma.

O gerente de tecnologia Kal Lenon, da empresa Horizon, responsável pelo sistema disponibilizado para Alagoinhas, nesta 1ª etapa, destacou benefícios da plataforma de gestão de dados na saúde, como a maior clareza na coleta de informações dos pacientes, a divisão clara e real da territorialização da saúde, a otimização do trabalho dos agentes, o apoio à tomada de decisões, com informações em tempo real, o cumprimento de indicadores exigidos pelos programas ministeriais, o acompanhamento em tempo real dos indicadores de endemias do município e a automatização do envio da produção municipal do E-SUS para o Ministério da Saúde.

A Secretaria de Saúde (SESAU) informou ainda que os tablets entregues contribuem para o cumprimento da meta de cadastros estipulado pelo Ministério da Saúde no que tange ao novo modelo misto de financiamento da Atenção Básica. Novas etapas de informatização serão realizadas já nos próximos meses e o foco é a aplicação da tecnologia da informação para otimizar os serviços prestados em toda a rede à população. A previsão é que, avançadas as fases de implantação do sistema, sejam adotados também prontuários eletrônicos, com o intuito de trazer celeridade ao processo de marcação de exames, realização de consultas, preenchimento de cadastros e análise das métricas referentes a atendimentos no município.

 

Fonte: Secom Alagoinhas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here