Presidente do Podemos já admite desistência de Moro como cabeça de chapa em 2022

Sergio Moro e Renata Abreu (Foto: Saulo Rolim/Podemos)

Renata Abreu abre a negociação para que o ex-juiz suspeito, declarado parcial pelo STF, desista em prol de algum nome da “terceira via”.

A presidenta do Podemos, deputada Renata Abreu (SP) defendeu em entrevista à revista Istoé publicada nesta sexta-feira (3) que o ex-juiz suspeito Sergio Moro, condenado pelo STF, seja “cabeça de chapa” de uma composição da chamada “terceira via”. Mas, ainda na reta de largada da candidatura, já admitiu que ele pode desistir e ser candidato a vice: “Ele me diz sempre: se tivesse outro candidato com mais viabilidade, ele toparia compor e até ser vice, mas ele espera que a recíproca seja verdadeira”.

Abreu sonha com uma polarização entre seu candidato e o líder Luiz Inácio Lula da Silva, mas sabe que para isso Moro precisaria abater Jair Bolsonaro. Por isso, ela concentrou seus ataques ao ex-chefe do ex-juiz, que acusa Moro de traidor: “Moro não traiu os princípios dele. Quem traiu foi Bolsonaro. Bolsonaro é mimado. Tudo tem que ser do jeito dele”

Moro ingressa na política recebendo um salário de R$ 22 mil mensais do Podemos, numa situação flagrantemente irregular, pois não exerce qualquer cargo na direção do partido -o que é requisito para a remuneração.

 

Fonte: Brasil 247

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here