Programação do Julho das Pretas

0
116

Extensa programação debate autonomia e o enfrentamento à violência contra a mulher.

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, celebrado dia 25 de julho, a Secretaria de Assistência Social (SEMAS), via Diretoria de Reparação Racial e em parceria com os conselhos de Mulheres, de Igualdade Racial e Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM), realiza, durante todo o mês de julho, atividades alusivas ao “Julho das Pretas Itinerante”. A programação reúne uma série de ações na sede e na zona rural, que debatem a representação da mulher negra e o enfrentamento ao preconceito originado da misoginia e do racismo, por meio de rodas de conversas, palestras, oficinas, apresentações culturais e atos de mobilização social.

O Julho das Pretas Itinerante iniciou  no dia 9 de julho, no Distrito de Boa União, com a realização do projeto “ Quem Ama, Abraça”, iniciativa da SPM com foco na prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres e debates sobre o tema Mulher Negra, Direitos e Políticas Públicas. Mediado por representantes do Conselho de Mulheres, Diretoria de Reparação Racial e da SPM, durante o encontro, moradoras da comunidade e alunos da Escola Municipal Miguel Santos Fontes tiveram a oportunidade de expressar as suas opiniões, receber orientações e participar de atividades lúdicas que propiciaram uma melhor compreensão dos temas.

“Foi com muita satisfação que aceitamos o convite da Diretoria Municipal de Reparação para conversar com mulheres quilombolas, meninos e meninas sobre autonomia e sobre prevenção e enfrentamento à violência contra mulher. Alagoinhas possui uma rede de enfrentamento bastante articulada e o intuito é que essas palestras e as atividades do Quem Ama Abraça fortaleçam ainda mais a parceria da secretaria com a cidade”, disse Rosa Bastos, uma das técnicas da SPM convidadas para comandar as atividades do projeto durante o Júlio das Pretas Itinerante. “O Quem Ama Abraça” já passou por dezenas de territórios, escolas estaduais e municipais, com objetivo de incentivar os gestores e professores, que são multiplicadores, a trabalharem a temática de gênero em sala de aula. Esse projeto é essencial para que os jovens se percebam nesta construção do machismo, da masculinidade tóxica, assim como é necessário repensar a criação de meninos e menina,  e fortalecer a escola para que ela tenha um papel mais atuante na rede de enfrentamento à violência contra mulher”, completou a representante da SPM.

Após a estreia em Boa União, as palestras e atividades do Quem Ama Abraça também contemplaram o Colégio Municipal de Alagoinhas, Colégio Murilo Cavalcanti, e Colégio Jairo Azi. A  programação também contou com uma roda de conversa sobre violência de gênero no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do Riacho da Guia e oficinas de bolos de pote nas comunidades quilombolas de Tombador, Oiteiros e Vila de São João.

De acordo com a diretora de Reparação, Dulcineide Bispo, a proposta da SEMAS este ano foi dar uma nova forma ao evento, com a adesão de um público bem mais amplo, ligado à atenção às mulheres negras quilombolas e estudantes. “ O Julho das Pretas é o período em que são intensificadas as ações de luta e este ano, o evento chega também às comunidades mais distantes, onde o número de casos de violência contra a mulher é alto, mas que as informações não chegam ao conhecimento da sociedade”, explica Dulce. “O Julho das Pretas Itinerante é mais um marco da gestão em prol da reafirmação da identidade e da luta das mulheres”, ressalta o titular da Semas, Alfredo Menezes.

A programação segue com a formação “ Ela Pode”, no dia 25 de julho, no Centro de Cultura, sessão solene de entrega da Medalha Tereza de Benguela, no dia 30, e o  encerramento será no dia 31 ,  no Terreiro Ilê Axé Oya Ni, localizado no bairro Santa Terezinha,  com a presença da Secretária da SPM, Julieta Palmeira , que ministrará palestra com o tema ” A realidade Social das mulheres dos terreiros de Candomblé”.

 

Fonte: Secom de Alagoinhas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here