Secretário André Luiz concede entrevista à rádio e ao nosso jornal

Em um dia mais corrido do que o normal, o titular da SECIN começou com uma entrevista à Digital FM e continuou com o nosso jornal em um curto tour por alguns pontos críticos dos milhares que existem na cidade. Falamos sobre a macrodrenagem, sobre a limpeza do Rio Catu, sobre a recuperação das estruturas do canal, tudo em função de prevenir para um novo período de chuvas.

Sobre a obra de requalificação do Terminal Urbano, que está sendo executada em parceria com a Secretaria de Serviços Públicos (SESEP), André informou que será feita a troca de telhado, pintura e recuperação do piso da plataforma de transbordo, além da recuperação da pavimentação. “Estamos estudando também a retirada daquele asfalto, que com o óleo automotivo e trânsito dos ônibus acaba estragando rápido, não tem durabilidade”, comentou o secretário. “Vamos fazer uma pavimentação de baias de ônibus em concreto, com a espessura adequada, completou. Questionado sobre o ritmo das obras, nos garantiu que irá intensificar a fiscalização para acelerar as obras garantindo que o tumulto no trânsito chegue rápido ao fim.

As duas obras, juntamente com a pavimentação asfáltica, calçamento e sinalização fazem parte do projeto de requalificação do centro da cidade, para que a população possa transitar com conforto e segurança.

Outras obras estão sendo feitas em parceria com a SAAE, contemplando a modernização do sistema de esgoto para, em seguida, entrar com a capa asfáltica, em duas importantes avenidas, a Ayrton Sena e a Dantas Bião.

Informações da SECOM

Ainda no Centro, a SECIN está preparando uma requalificação, sob demanda do prefeito Joaquim Neto, que integrará as praças Rui Barbosa e a JJ Seabra (coreto). “Vamos executar a requalificação daquelas praças, unindo com o calçadão ao lado da Prefeitura, isso em conjunto com a pavimentação asfáltica”, comentou o secretário “Estamos discutindo a construção de uma via compartilhada entre veículos e pedestres, em pisos especiais que ligará o Binário, Praça do Coreto, passando pelo Calçadão, Anísio Cardoso e chegando até a Igreja Matriz”.

De acordo com André, após a conclusão do centro as equipes de pavimentação seguirão para a avenida principal de Santa Terezinha e a rua principal do Barreiro. “Estaremos com certeza iniciando a estrada do Barreiro toda e no Quintino, faremos trechos de trabalho com asfalto quente para recuperar, temos ali ações de macrodrenagem para melhorar o escoamento por conta das chuvas”, comentou, “já finalizamos o projeto e encaminhamos ao Ministério das Cidades. Estamos percorrendo a cidade inteira conversando com associações de moradores, olhamos todos os recantos, vemos os problemas para responder com eficiência. Nesse caso vamos aguardar Governo Federal para executar a intervenção completa, pois não podemos passar o asfalto e depois abrir de novo”.

Atendendo ao questionamento de uma ouvinte que perguntou sobre o planejamento de intervenções na região da Lagoa Cavada, o secretário discorreu sobre as obras que estão sendo realizadas na 8 de dezembro, e quais serão os próximos passos para responder às demandas dos moradores da localidade. “Aquela área da Lagoa Cavada é um problema de muitos anos que ninguém solucionou até hoje, mas nós temos a solução. Fizemos o projeto, rodamos toda a Alagoinhas Velha e já começamos a iniciar contados com os proprietários de terrenos para dialogar sobre o início da macrodrenagem”, disse. “Já iniciamos as obras nas ruas Nova Aparecida, São Roque, 8 de dezembro e Rio Branco, que vai desembocar na Lagoa Cavada. Inclusive melhoramos o trecho para dar tráfego. Peço desculpas pelos transtornos que foram causados pela obra, pois iniciamos pela parte de drenagem, não podemos ser irresponsáveis em jogar asfalto sem fazer drenagem”.

Para solucionar os alagamentos das residências na região da Lagoa Cavada, a SECIN planeja instalar um ‘extravasor’ que dará escoamento eficiente em períodos chuvosos. “A Lagoa  Cavada foi artificialmente feita na área mais baixa da bacia, e ela não tem para onde escoar, vamos executar um ‘extravasor’ que vai mandar a água para Fonte dos Padres, e depois para o Rio Catu”, afirmou, André. “Manteremos a Lagoa e faremos uma urbanização para que ela sirva como um ponto de lazer para a comunidade. Os alagamentos vão deixar de acontecer quando fizermos o canal que já está projetado e vamos apresentar à expedição do Banco Andino que virá no fim do ano e estará nos autorizando para início das obras em 2018”.

Após a conclusão das obras de drenagem da 8 de dezembro, iniciadas no último mês, a SECIN iniciará o processo de recapeamento, que sanará os problemas com buracos na região. “Não faremos tapa buraco, é um asfalto novo da Igrejinha à rua Paulo Afonso. Vamos recuperar 100% da 8 de dezembro, via e os passeios”, comentou, o secretário. “estamos trabalhando e todas as ruas transversais em parceria com o SAAE dentro dessa bacia da Alagoinhas Velha. Priorizamos a 8 de dezembro pois é uma via importante que liga a Ayrton Senna à Paulo Afonso, e tem um fluxo grande”.

Um outro ponto abordado pelo secretário de infraestrutura foi a recuperação da via de acesso ao Terminal Rodoviário Clériston Andrade. “Vamos recapear o acesso da rodoviária que está em condições muito precárias. As obras do Instituto Federal e do SESC ajudaram a potencializar o desgaste, mas esse ano ainda estamos vindo pela Ayrton Senna e vamos entrar por ali para colocar asfalto novo naquela região”, disse. “Também estamos tentando reparar o entroncamento da Calu e de Araçás que é um pouco mais complicado por se tratar de uma obra federal, na BR mas estamos solicitando”, finalizou.

Obs. Segundo Jucelio Carmo o nome é Lagoa Cavada e não Lagoa da Cavada por que, como bem observou André Luiz, ela foi artificialmente feita, foi apenas cavada no local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here